Abacate, uma “boa” gordura

0
556

Originário da América Central e do Sul, o abacate pode ser servido tanto como entrada, em saladas, com molho vinagrete, em mousse, recheio e até em sanduíche, mas também como sobremesa, com limão e açúcar por exemplo.

Saiba todo o bem que este alimento lhe pode trazer:
– Bom para a saúde, o abacate tem propriedades antioxidantes. Protege o corpo desses radicais livres que provocam doenças cardiovasculares, certos cancros/cânceres e doenças ligadas ao envelhecimento. Ele assegura a expulsão de toxinas do corpo.
– É uma fonte elevada de fibras alimentares. Uma alimentação rica nestas fibras reduz o risco de cancro/câncer do cólon e traz ao apetite uma rápida sensação de satisfação. É aconselhado consumir 25g de fibras por dia para mulheres dos 19 aos 50 anos e 38g para os homens entre a mesma idade.
– É muito rico em matéria gorda, esta é, no entanto, considerada uma gordura ‘boa’ para a saúde cardiovascular, pois regula o colesterol e impede o estreitamento e obstrução das artérias do coração.
– Por ser rico em vitaminas, minerais e proteínas, é importante para pessoas que sofrem de mal nutrição, mas também para crianças e mulheres grávidas de mais de 3 meses, pois permite ter um regime alimentar são.

Vitaminas e minerais do abacate:
– Vitamina B5 – ácido pantotênico – permite utilizar de forma adequada a energia dos alimentos que consumimos.
– Vitamina K – necessária para a fabricação de proteínas que agem na coagulação do sangue e importante na formação dos ossos.
– Cobre – vital para a formação de hemoglobina e colágeno no organismo.
– Vitamina B6 – piridoxina – participa na fabricação de neurotransmissores e também de glóbulos vermelhos, permitindo que estes transportem mais oxigênio. Contribui, ainda, ao bom funcionamento do sistema imunitário.
– Fósforo – essencial na formação e boa saúde dos ossos e dos dentes. Participa no crescimento e regeneração de tecidos, além de manter o pH do sangue normal.
– Potássio – igualmente importante para o equilíbrio do pH do sangue. Favorece a digestão.
– Ferro – devido à quantidade mínima de ferro, este só faz efeito nos homens. A mulher necessita de uma quantidade mais elevada para manter as necessidades diárias do seu corpo. O ferro existente nos alimentos de origem vegetal são menos bem absorvidos pelo organismo que os de origem animal, no entanto, se este for consumido com vitamina C, a absorção pode ser feita de forma mais eficaz.
– Zinco – necessário para o sistema imunológico, a genética, a percepção do gosto e cicatrização.
– Vitaminas B1, B2, B3, B9, C e E – importantes para a produção de energia e antioxidantes.

Outras propriedades do abacate benéficas para a saúde:
– O óleo de abacate é benéfico para problemas de psoríase e eczema. Alivia inflamações e hidrata.
– A infusão de folhas de abacate serve para lutar contra o cansaço, dores de cabeça, problemas respiratórios, constipações, tosse, menstruação irregular, inflamações da boca (fortifica as gengivas, combate as caries dentárias), favorece também a digestão e o sono.

Não deve-se consumir abacate:
– Se tem tendência ao acne;
– Nos primeiros três meses de gravidez, pois pode criar sensibilidade hepática;
– Se for alérgico a gorduras, obeso ou com tendência a ser;
– Se sofre de dores crônicas do coração, hipertensão, arteriosclerose e taxa elevada de colesterol;

Não é aconselhável comer abacate com produtos lácteos e ovos, nem misturá-lo com ananás/abacaxi ou especiarias picantes.