Agentes de Pastorais de Saúde refletem sobre qualidade de vida e espiritualidade

0
455

No oitavo encontro de Pastorais da Saúde promovido pela Diocese de Erexim e pelo Hospital de Caridade, nesta quinta-feira, 19, mais de cem participantes estudaram qualidade de vida, receberam orientações sobre o cuidado com a gripe H1N1, fizeram exercícios físicos e refletiram sobre espiritualidade.

Depois de momento de oração, Carina Balvedi Leandro, psicóloga clínica do Hospital de Caridade, convidou cada participante a escrever o que entendia por qualidade de vida. Com a colocação em comum do que os participantes apresentavam, foi acentuando aspectos indispensáveis para uma vida saudável, com integração de diversos fatores, alimentação, descanso, lazer, convivência, exercícios físicos, espiritualidade e outros.

Silvana Zago, Enfermeira do Hospital de Caridade, apresentou cuidados simples, mas eficientes, em relação à gripe H1N1, a começar pela higienização constante das mãos.

Digo Tapia, fisioterapeuta, proporcionou aos participantes exercícios de alongamentos ao ar livre, com indicações práticas de como realizá-los permanentemente.

Por fim, na parte da tarde, Irmã Estelita Tonial, da Congregação das Irmãs Franciscanas Missionárias de Maria Auxiliadora, que neste dia 19 celebram sua fundadora, Santa Maria Bernarda, refletiu com os participantes sobre a espiritualidade. Ateve-se à espiritualidade proposta pela encíclica Laudato Si do Papa Francisco, sobre o Cuidado com a Casa Comum. Segundo ela, trata-se de uma espiritualidade de reconciliação com a criação, de dimensão comunitária, contemplativa, eucarística, samaritana e misericordiosa. Irmã Estelita alternou suas colocações com momentos de silêncio e de prática contemplativa, observando que a espiritualidade só é cultivada por quem sabe silenciar e colocar-se à escuta de Deus e encantar-se com suas maravilhas.