Agricultores começam a ser indenizados após animais serem abatidos com brucelose em Seara-SC

0
378

Seara – Os agricultores que tiveram bovinos com diagnóstico de brucelose em propriedades do interior de Seara começaram a ser indenizados pelo Governo do Estado. O recurso é repassado através da Secretaria Estadual da Agricultura e de um Fundo Estadual de Defesa Sanitária Animal. Até o momento, mais de 100 animais foram abatidos em oito propriedades do interior de Seara, após o diagnóstico da doença.

Segundo informações da CIDASC, cinco agricultores que tiveram animais sacrificados foram indenizados. O recursos foram repassados depois de praticamente oito meses dos casos terem sido registrados.

Outros três agricultores que também tiveram animais sacrificados devido o aparecimento da brucelose ainda estão aguardando os recursos que virão do fundo mantido pelo Governo do Estado. De acordo com a médica veterinária da Cidasc, Fernanda Zordan Fontana, todos os produtores estão na expectativa de receber a indenização, já que existia uma preocupação com as dificuldades financeiras.

A indenização paga aos produtores que tiveram animais abatidos devido a tuberculose não cobre 100% dos prejuízos. A indenização tem como objetivo minimizar as perdas e auxiliar o produtor para recomeçar na atividade. Santa Catarina é o único estado do Brasil que possuiu esse tipo de fundo.