Alimentação para os idosos

0
73

Os idosos precisam de uma quantidade de energia um pouco menor, ainda mais quando as atividades vão diminuindo com o tempo. Mesmo assim, a quantidade de vitamina, proteína e minerais são as mesmas, pois por ser uma idade onde o risco de doenças é muito maior, é fundamental uma alimentação específica, balanceada e preventiva.

Nessa fase da vida, a ingestão de gorduras precisa ser ainda menor, por causa das doenças cardiovasculares, porém, para os que precisam ganhar peso pode-se consumi-los, mas em porções moderadas.

Para o bom funcionamento do intestino, que nessa fase é um pouco delicado, tem que haver grande ingestão de fibras, mas moderadamente para que não influencie negativamente outra área do organismo.

É importante também, beber muita água para regularizar a atividade do intestino.

O ferro é importante, pois ajuda a prevenir da anemia, que é comum nessa faixa etária. E a vitamina C pode ajudar a obter mais Ferro, além das carnes vermelhas (consumo moderado), e das fontes vegetais.

O cálcio é importantíssimo, para fortalecimento dos ossos, pois a taxa de descalcificação óssea aumenta junto com a idade. Os alimentos ricos em cálcio devem fazer parte da alimentação diária.

O açúcar quando ingerido em doses adequadas não é um problema se for aliado a uma boa alimentação ou se o idoso possuir alguma doença em que a ingestão piore o quadro.