Apicultores relatam perdas de 27% das colmeias na Barra do Rio Azul

0
680

O escritório municipal da Emater/RS/Ascar de Barra do Rio Azul e a secretaria municipal de Agricultura, realizaram uma reunião com os apicultores, na quinta-feira (14), na Câmara Municipal de Vereadores, para discutir a mortalidade das abelhas de abelhas no município. Participaram do encontro o secretário municipal da Agricultura, Leocir José Feranti, os técnicos da Emater/RS-Ascar e o assistente técnico regional, Carlos Alberto Angonese.

O relato dos apicultores presentes na reunião é bastante preocupante com o futuro da atividade no município, sendo que um dos principais problemas levantados é a utilização indiscriminada de agrotóxicos. O levantamento feito junto aos apicultores na reunião constatou uma perda superior a 50% na produção de mel no ano de 2015, atribuída à deficiência no manejo das colmeias e a mortalidade das abelhas.

Segundo o relato dos apicultores o total de colmeias em suas propriedades totalizavam 782, sendo que dessas, houve uma perda de 211, de 27% do total de colmeias em produção, e um prejuízo superior a 4,5 toneladas de produção de mel pela média da produção regional de cada colmeia.
Os apicultores foram unânimes em afirmar que se nada for feito para estancar esta mortalidade das abelhas, em poucos anos, correremos o risco do abandono total da atividade e consequentemente a redução mínima na produção de mel da região.

No final da reunião os apicultores e técnicos presentes concluíram que é preciso melhorar o manejo e sanidade dos apiários e buscar parcerias com universidades, centros de pesquisa e laboratórios, para respostas concretas sobre o declínio desta atividade na região, bem como referente à morte das abelhas.