Arrombadores de banco presos no Paraná podem ter ligação com quadrilha que matou PM em Erval Grande

0
497

O serviço de inteligência do Centro de Operações Policiais Especiais do Paraná detectou a ação de uma quadrilha especializada em arrombamento de caixas eletrônicos, que aconteceria durante a madrugada desta sexta-feira na região de São Luiz do Purunã, nos Campos Gerais do Paraná e em ação conjunta com a Polícia Rodoviária Federal, prendeu parte da quadrilha no Posto da PRF de Furnas.

Em uma camionete Hilux os policiais prenderam dois integrantes do grupo e farto armamento e explosivos, incluindo duas pistolas idênticas as que foram tomadas dos policias militares durante confronto em Erval Grande, na semana que passou.

assalto erval 2

 

As duas pistolas estão com numeração raspada e as munições foram trocadas, o que dificulta a identificação sem perícia.

A Brigada Militar e Polícia Civil do RS foram informados sobre o caso e estão encaminhando material para confrontar perícia das pistolas. Em entrevista coletiva no Cope, em Curitiba, a polícia do Paraná apresentou as armas, os equipamentos, munições e explosivos encontrados com os presos.

03 Fuzis 5.56
02 PT 9 mm
02 PT .40
01 PT 380
06 Coletes balísticos
02 Placas de Cerâmica
12 balaclavas
Luvas
Diversos carregadores

Um dos bandidos preso na operação é velho conhecido da polícia pela prática de assaltos. Ele cumpre pena no regime semiaberto e usava tornozeleira eletrônica.