Banco de Sangue atende recomendação da ANVISA

0
319

Após a última inspeção, realizada por uma força tarefa da ANVISA, DVS – Divisão de Sanitária e técnicos da 11ª Coordenadoria Regional de Saúde, foi recomendado a aquisição de alguns equipamentos, entre eles, de uma aparelho denominado lava olhos, termômetros digitais para todos os ambientes e sinalizadores de chão indicando os fluxos.

O Banco de Sangue já providenciou a aquisição dos referidos equipamentos e já autorizou a confecção das faixas sinalizadoras, num total de R$ 3.500,00.

Esta semana também chegou mais um lote de equipamentos de informática para qualificar seus serviços. A entidade encaminhou demanda para o Ministério da Saúde com a finalidade de implantar o programa HEMOVIDA, específico para unidades hemoterápicas.

O órgão ministerial autorizou a cedência e instalação do programa e enviou uma Nota Técnica no qual especifica e descreve os equipamentos necessários para o funcionamento da logística como: computadores, estabilizadores, impressoras térmicas, leitores ópticos, rede lógica e impressoras convencionais.

O Banco de Sangue investiu, aproximadamente, R$ 25.000,00, em equipamentos para dotar a unidade de plenas condições técnicas para instalação do Hemovida Web. A equipe técnica já vem realizando treinamento on line com o órgão federal, e em breve o sistema informatizado estará disponível.

O Administrador Judicial, cirurgião dentista, Jackson Arpini, chamou a atenção que a aquisição dos equipamentos só foi possível graças às inúmeras ações e atividades de solidariedade da comunidade local e regional. ”Estamos comprando os equipamentos com recursos arrecadados das empresas, clubes sociais, entidades de classe, cooperativas, universidade, associações, sindicatos e da comunidade em geral, e estamos mantendo a estrutura com recursos oriundos da sensibilização e compreensão dos prefeitos que integram a AMAU”, pontou Arpini.