Câncer de Pele – Dicas que podem salvar vidas no verão

Câncer de Pele – Dicas que podem salvar vidas no verão

123

Os dias mais longos e as altas temperaturas de verão atraem as pessoas para as praias e atividades ao ar livre. Mas o convívio nesse ambiente saudável de contato com o sol exige um cuidado especial para proteger a pele e evitar o surgimento do câncer de pele, doença que ataca 175 mil brasileiros por ano.

A mais grave forma de câncer de pele, o melanoma, atinge quase 6.000 pessoas por ano e representa 4% dos tumores malignos no país, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), podendo levar à morte a partir de uma simples e pequena pinta.

A exposição exagerada ao sol é o principal fator que pode comprometer definitivamente a nossa saúde. O problema pode, porém, ser facilmente evitado se alguns cuidados forem observados.

Proteja-se
– Além de óculos de sol, use chapéus e bonés de abas largas e proteja as partes mais expostas. Não são raros os melanomas que surgem como pequenas pintas nos pés ou nas costas.

– Evite ficar sob o sol entre as 10 e 16 horas, quando a irradiação de ultravioleta é maior.

– Conheça o histórico de problemas de pele na sua família. Ele pode indicar a necessidade de cuidados especiais.

– Abuse do protetor solar em todas as partes do corpo. Repita a aplicação diversas vezes e não apenas no início da atividade.

– Lembre-se: protetor solar bloqueia somente até 55% dos raios ultravioleta que danificam a pele.

Atenção aos alertas da sua pele
Os principais sinais de alerta são pintas ou lesões novas que surgem na pele. Por isso, um autoexame rotineiro é fundamental.