Castanha-de-caju: proteção à flor da pele

0
45

A casca dessa oleaginosa, que não é comestível, abriga substâncias capazes de bloquear os raios solares que incidem sobre a epiderme. A descoberta é de pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro, de Brasília e Católica de Brasília. Os cientistas já desconfiavam dessa propriedade e, para comprová-la, isolaram alguns compostos do líquido extraído da casca e os associaram a moléculas artificiais. “Quatro dessas substâncias passaram nos testes”, revela a farmacêutica carioca Sheila Garcia, que participa do estudo. A novidade possibilitará o emprego de um ingrediente natural na fórmula dos protetores que, em sua maioria, levam produtos sintéticos. Mas não se atreva a preparar uma receita caseira com o sumo das castanhas. O líquido em si irrita a pele.