quarta-feira, 28 junho, 2017
Sem categoria

264

Policiais do Comando Rodoviário da Brigada Militar encontraram no último domingo no km 7 da ERS 406, em Nonoai, um veículo parado no acostamento e perto dele um homem dormindo no meio da rodovia. Segundo o próprio motorista, ele sentiu cansado e resolveu parar no local para se recuperar.

“Eu estava com sono e resolvi tirar uma soneca”, disse o condutor aos policiais.

Após acordarem o homem, que não teve a idade e o nome divulgados, foi oferecido o etilômetro, porém, o condutor se negou a realizar o teste para saber se ele estava bêbado. Com a negativa, o condutor teve a carteira nacional de habilitação recolhida por 12 meses, o veículo removido ao depósito e terá que pagar uma multa de R$ 2.934,70.

116

Um grave acidente de trânsito foi registrado por volta das 15h desta quarta-feira (4), na SC 154, entre Itá e Concórdia. Ocorrência atendida pelos bombeiros, PM e ambulância da secretaria da Saúde de Itá, além da Polícia Rodoviária de Concórdia foi na altura de linha São Francisco.

Foi uma saída de pista de VW/Gol branco com placas MHJ 9633 de Ipumirim, conduzido por Geli Grizza. Ele ficou preso entre as ferragens e foi resgatado e encaminhado ao Hospital São Francisco de Concórdia. O condutor teria perdido o controle da direção e veículo saiu da pista batendo em uma árvore.

Vítima
Geli Grizza, de 77 anos, é padre há mais de 50 anos, e atualmente atuava em Ipumirim. Ele também já havia atuado como padre em outras cidades. O município conta ainda com um segundo frei. Ele chegou a ser socorrido mas morreu durante atendimento.

Geli Griza nasceu no Rio Grande do Sul, foi com os pais para a região em 1943 e é Ipumirinense de coração. Adotou essa terra e seu povo para se dedicar. Em 1953, aos 13 anos de idade, Geli sai de Ipumirim para ingressar no seminário e retorna em 1969 para sua Ordenação Sacerdotal, sendo o primeiro padre a ser ordenado na Paróquia Sagrada Família.

Sua trajetória de ensinamentos segue até hoje. Foi atleta, participou de diversas diretorias e decisões da comunidade. Lutou pela catequese, grupo de jovens e pelos casais. Tinha o povo do município como sua família e o povo tem no padre Geli, uma grande confiança de fé.

Padre Geli foi homenageado há alguns anos, pela Câmara de Vereadores de Ipumirim como Cidadão Ipumirinense. Teve ainda partes de sua história contada por alunos da Escola de Educação Básica Benjamim Carvalho de Oliveira em 2015. O livro foi lançado pela Prefeitura no ano passado (2016) onde conta a história de dois grandes batalhadores, Padre Geli Griza e o Prefeito Valdir Zanella.

167

Num estudo da Anvisa divulgado nesta sexta-feira (25), em que foram analisadas mais de 12 mil amostras de 25 tipos alimentos, laranja e abacaxi apareceram como os vegetais com maior número de casos de resíduos de agrotóxicos que apresentam risco agudo para a saúde. A análise ocorreu entre 2013 e 2015.
Entre as 744 amostras de laranja, 90 (12,1%) apresentaram resíduos com potencial risco agudo. No caso dessa fruta, a Anvisa chama atenção para o agrotóxico carbofurano, que passa por processo de reavaliação na agência — 11% das amostras de laranja apresentaram situações de risco relativas ao carbofurano.
Já entre as 240 amostras de abacaxi, foram 12 enquadradas no risco agudo, o que equivale a 5% — neste caso, o agrotóxico carbendazim foi o mais encontrado.
Maioria não apresentou risco agudo
No geral, a avaliação concluiu que 1,11% das amostras representavam risco agudo potencial à saúde — ou seja, a grande maioria, quase 99%, não apresentou esse problema.
É a primeira vez que a Anvisa monitora esse risco, relacionado às intoxicações que podem ocorrer dentro de um período de 24 horas após o consumo do alimento com resíduos em quantidades estabelecidas pela Anvisa.

abacaxi

Foram investigados 25 alimentos de origem vegetal representativos da dieta da população brasileira: abacaxi, abobrinha, alface, arroz, banana, batata, beterraba, cebola, cenoura, couve, feijão, goiaba, laranja, maçã, mamão, mandioca (farinha), manga, milho (fubá), morango, pepino, pimentão, repolho, tomate, trigo (farinha) e uva.

As amostras foram coletadas em estabelecimentos varejistas localizados nas capitais de todo o território nacional. A Anvisa pesquisou 232 agrotóxicos diferentes nas amostras monitoradas.
Do total das amostras monitoradas, 9.680 amostras (80,3%) foram consideradas satisfatórias, sendo que 5.062 destas amostras (42,0%) não apresentaram resíduos dentre os agrotóxicos pesquisados e 4.618 (38,3%) apresentaram resíduos de agrotóxicos dentro do Limite Máximo de Resíduos (LMR), estabelecido pela Anvisa.

Foram consideradas insatisfatórias 2.371 amostras (19,7%), sendo que 362 destas amostras (3,00%) apresentaram concentração de resíduos acima do LMR e 2.211 (18,3%) apresentaram resíduos de agrotóxicos não autorizados para a cultura.
No cálculo do risco do consumo dos alimentos analisados não foram considerados fatores de processamento dos alimentos, como a retirada da casca de frutas, lavagem, entre outros. Geralmente, quando são levados em consideração, normalmente há uma diminuição da concentração de resíduos nos alimentos.
Veja abaixo a lista dos alimentos analisados com maior número de amostras com agrotóxicos com potencial risco agudo:
Laranja: 744 amostras analisadas; 90 com potencial risco agudo (12,1%)
Abacaxi: 240 amostras analisadas; 12 com potencial risco agudo (5,0%)
Couve: 228 amostras analisadas;6 com potencial risco agudo (2,6%)
Uva: 224 amostras analisadas; 5 com potencial risco agudo (2,2%)
Alface: 448 amostras analisadas; 6 com potencial risco agudo (1,3%)
Mamão: 722 amostras analisadas; 6 com potencial risco agudo (0,8%)
Morango: 157 amostras analisadas; 1 com potencial risco agudo (0,6%)
Manga: 219 amostras analisadas; 1 com potencial risco agudo (0,5%)
Pepino: 487 amostras analisadas; 2 com potencial risco agudo (0,4%)
Feijão: 764 amostras analisadas; 2 com potencial risco agudo (0,3%)
Goiaba: 406 amostras analisadas; 1 com potencial risco agudo (0,2%)
Repolho: 491 amostras analisadas; 1 com potencial risco agudo (0,2%)
Maçã: 764 amostras analisadas; 1 com potencial risco agudo (0,1%)

439

Rio Grande do Sul lidera os índices no país. Para debater o tema tabu, foram criados o Setembro Amarelo e o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, neste sábado

Três gaúchos morrem a cada dia de uma doença invisível. Um mal silencioso e silenciado, sombreado pelo tabu. Até pouco tempo atrás, dizia-se que era tão perigoso que melhor nem falar sobre isso. As palavras poderiam matar.

Só que o silêncio tampouco ajuda. À margem das discussões públicas, os casos se alastram. Mais de 800 mil pessoas cometem suicídio por ano no mundo, o que representa uma morte a cada 40 segundos. No Brasil, são 32 mortos diariamente, taxa superior à de vítimas de aids e de alguns tipos de câncer. E o Rio Grande do Sul lidera os registros no país, com 10,4 casos a cada 100 mil habitantes – é o dobro da média nacional.

Para entender por que isso acontece, é preciso se despir das fórmulas prontas e do senso comum. Não, isso não é “coisa de louco”. Nem uma questão de “não querer se ajudar”

Assim como o Outubro Rosa se consagrou como o mês de atenção ao câncer de mama, foi criado o Setembro Amarelo para estimular a prevenção das mortes por suicídio. No país, a campanha foi iniciada em 2014 pelo Centro de Valorização da Vida, pelo Conselho Federal de Medicina e pela Associação Brasileira de Psiquiatria – e a cada ano tem crescido, difundindo o slogan Falar é a melhor solução. Por mais difícil que seja enfrentar a questão, estudiosos do assunto têm convicção de que o estigma é um dos principais obstáculos à prevenção.

PSDB, PSB, PSD e PR realizarão no domingo, dia 31, na Câmara de Vereadores de Itá, a convenção municipal para oficializar a composição visando o pleito eleitoral desse ano.

De acordo com as informações, ficou acertado que Leide Mara Bender (PSDB) é a pré-candidata a prefeita e concorrerá à reeleição. Os tucanos ainda terão apoio do PSB que indicou o agricultor Neuro Bach (PSB) como pré-candidato a vice na chapa majoritária.

Os dois partidos ainda terão apoio do Partido da República e do PSD para o pleito eleitoral desse ano em Itá.

Na eleição desse ano, o candidato de oposição será possivelmente Jairo Sartoretto (PMDB) atual vice-prefeito. Em função do rompimento político entre PSDB e PMDB, Sartoretto foi indicado para disputar as eleições municipais desse ano pela agremiação.

304

O desemprego ficou em 11,2% no trimestre encerrado em maio, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (29) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No trimestre de março a maio, havia cerca de 11,4 milhões de pessoas desocupadas no Brasil. A taxa é a mesma do trimestre encerrado em abril. Assim, novamente, é a maior já registrada pela série histórica do indicador, que teve início em janeiro de 2012. No mesmo trimestre no ano anterior, a taxa havia ficado em 8,1%, segundo o IBGE. Ficou acima ainda do trimestre de dezembro de 2015 a fevereiro de 2016, que ficou em 10,2%.

Ocupados e desocupados
A população desocupada cresceu 10,3% (aproximadamente 1,1 milhão pessoas) em relação ao trimestre de dezembro de 2015 a fevereiro de 2016 e subiu 40,3% (mais 3,3 milhões de pessoas) no confronto com igual trimestre de 2015.

Já a população ocupada (90,8 milhões de pessoas) apresentou estabilidade ante o trimestre dezembro de 2015 a fevereiro de 2016 (menos 285 mil pessoas). Em comparação com o mesmo trimestre de 2015, foi registrada queda de 1,4% (menos 1,2 milhão de pessoas ocupadas).

Segundo o IBGE, o número de empregados com carteira assinada no setor privado caiu 1,2% frente ao trimestre dezembro de 2015 a fevereiro de 2016 (menos 428 mil pessoas). Em relação a igual trimestre do ano anterior, a redução foi de 4,2% (menos 1,5 milhão de pessoas).

Salários
O rendimento médio real habitualmente recebido pelos que estão trabalhando chegou a R$ 1.982 e ficou estável frente ao trimestre de dezembro de 2015 a fevereiro de 2016 (R$ 1.972) e caiu 2,7% em relação ao mesmo trimestre do ano passado (R$ 2.037).

704

O corpo da ex-miss Brasil Fabiane Niclotti, 31 anos, foi encontrado no apartamento onde ela morava em Gramado, na Serra, na noite desta terça-feira (28). A modelo foi encontrada por um irmão, que estava tentando entrar em contato, não obteve resposta e acionou a Brigada Militar.

O apartamento fica na Rua Francisco Perini, no Bairro Jardim Boa Vista. As equipes da BM entraram no local por volta das 22h30.

De acordo com a Polícia Civil, não havia marcas de violência no corpo. A causa da morte ainda não foi determinada.

A equipe de perícia foi deslocada de Novo Hamburgo. O apartamento foi isolado.

Natural de Gramado, Fabiane Niclotti foi eleita miss Rio Grande do Sul em 2003 e Miss Brasil em 2004. Ela chegou a disputar o miss Universo, mas não levou a coroa.

A prefeitura de Mariano Moro, através da Secretaria da Agricultura, e Emater/RS-Ascar promovem o 2º Seminário Municipal de Bovinocultura de Leite e 2ª Mostra da Terneira de Mariano Moro.

O evento acontece nesta quarta-feira (18/05), no clube Alto Uruguai, a partir das 13h15min. A programação inicia com a palestra técnica sobre Melhoramento genético em bovinos de leite. Na sequência, acontece a apresentação e avaliação das terneiras. Logo após, acontece premiação e coquetel de encerramento.

1551

À 1h03min do próximo domingo, o Rio Grande do Sul despertará para o início de um outono com muita geada e frio. No próximo trimestre, os termômetros devem ter temperaturas mais amenas se comparadas ao calor fora de época registrado no mesmo período do ano passado.

Se a tendência se manter nos próximos meses, significa que há possibilidade de nevar entre o outono e o inverno, o que não ocorre desde 2013. A previsão é da MetSul – Meteorologia.

1279

Após tramitar por quase 3 anos na FEPAM o município de Três Arroios obtém Licença de Instalação para implantação do Projeto de Coleta e Tratamento de Esgoto da cidade.

O prefeito Lirio Antonio Zarichta esteve no dia 11 em reunião na FUNASA em Porto Alegre para tratar do projeto que após a liberação da LI a obra está apta para licitação.

Trata-se da maior obra na história do município em termos de valores que ficam na ordem de R$ 4.179.674,16, recursos da FUNASA á fundo perdido. E também uma das mais importantes no que diz respeito a recuperação e preservação do meio ambiente, refletindo-se diretamente na melhoria da qualidade de vida da população por se tratar do tratamento de esgoto de toda a cidade e prevendo atender uma projeção do crescimento populacional para os próximos 25 anos.

A Prefeitura municipal irá participar no projeto com a aquisição da área para a instalação da ET – Estação de Tratamento que após o tratamento dos esgotos irá destinar as águas tratadas nos padrões de potabilidade para o Rio Napoleão.

“Com este importante projeto vamos garantir a recuperação da qualidade da água dos três rios que cortam a cidade que originou o nome do município – TRÊS ARROIOS” – afirma o prefeito Lirio.
Nos próximos dias inicia o processo de Licitação das Obras e logo em seguida o início das obras.