Colheita da soja chega a 40% da área plantada no RS, diz Emater

0
762

Apesar de chuvas mais abundantes em algumas regiões, a colheita de soja avançou rapidamente durante a última semana no Rio Grande do Sul. Conforme divulgado no Informativo Conjuntural da Emater de quinta-feira (2), o percentual de área colhida chega a 40% do total plantado. Outros 40% da área plantada estão prontos para serem colhidos.

No início da colheita, as plantações de soja apresentaram produtividades elevadas, atendendo às expectativas dos produtores. À medida que a colheita avançou para cultivares implantadas mais para o final do período e para cultivares com ciclo mais longo, as produtividades começaram a diminuir.

Segundo técnicos da Emater, essa queda na produtividade está associada à ocorrência de doenças, principalmente a ferrugem asiática e a períodos de poucas chuvas no estágio de enchimento de grãos da cultura. Esses fatores também aceleraram o ciclo da soja, provocando a antecipação da maturação e comprometendo o enchimento de grãos.

Como consequência, os números finais das produtividades apresentam grande variação. Segundo depoimentos de produtores, os rendimentos obtidos oscilam entre 35 e 84 sacos de soja por hectare, o equivalente a 2,1 mil kg/ha e 5,1 mil kg/ha, respectivamente. A produtividade média projetada para o Rio Grande do Sul se situa ao redor dos 3 mil kg/ha.

As condições meteorológicas registradas nos últimos dias favoreceram também os produtores de arroz. A colheita avançou de forma significativa e o total de área colhida no Rio Grande Sul chega a 60%. Mesmo assim a defasagem em relação ao ano passado fica em 13 pontos percentuais.

A colheita das lavouras de milho atingiu nesta semana 70% da área plantada. Com exceção de casos pontuais de áreas implantadas mais no tarde e que enfrentaram deficiência hídrica durante a fase de floração, as produtividades seguem em níveis elevados, situando a média estadual acima dos 6 mil kg/ha. Confirmada essa média, será a maior até hoje alcançada.