Com reforço em 52 municípios, BM promete efetivo em todas as cidades do RS em duas semanas

0
141

O Comando-Geral da Brigada Militar tem nova promessa em relação à meta de pelo menos três policiais militares em todas as cidades do Rio Grande do Sul. O comandante da BM, coronel Andreis Dal’Lago, afirma que a transferência de PMs de cidades grandes para cidades do interior já foi autorizada no Boletim Interno da corporação.

Agora, os agentes estão trabalhando na mudança e, em até duas semanas, devem estar em seus novos postos de trabalho. A promessa inicial era até o fim de abril, mas a meta não pôde ser cumprida em função dos trâmites.

Cerca de 65 policiais militares aceitaram se mudar para o interior e vão reforçar o policiamento em 52 municípios que ainda têm menos de três PMs por dia de trabalho. Conforme Dal’Lago, a região com maior defasagem é a do Planalto Médio, para onde estão sendo deslocados quase 30 agentes.

Historicamente, segundo Dal’Lago, as cidades tinham três policiais por dia, mas, com aposentadorias ao longo dos últimos anos, o policiamento foi prejudicado. A maior parte das cidades tem menos de 2 mil habitantes. Até o final do ano, o Comando da BM tem como meta colocar cinco PMs em todas as cidades do Estado.

Fim da patrulha municipal
As mudanças na estratégia de policiamento das pequenas cidades levaram ao encerramento, há cerca de três meses, das patrulhas intermunicipais. Para atenuar a falta de PMs, as patrulhas aglutinavam policiais de cidades distantes até 25 quilômetros, e as guarnições se revezavam em turnos de patrulhamento. No entanto, isso mantinha localidades sem nenhum brigadiano por algumas horas.

Reforço de policiais no Estado
A Brigada Militar aguarda também o reforço de 1.060 policiais militares que já estão em formação. O curso se encerra na metade do mês de julho e, a partir desta data, os agentes passam a reforçar o policiamento em todo o Estado. O ingresso dos profissionais será principalmente para as cidades maiores, de onde os agentes foram deslocados para o interior.

Além disso, outros 422 agentes aprovados no último concurso devem iniciar formação até o final do mês de junho. Assim, devem reforçar o policiamento em janeiro do ano que vem.