Conselho Diocesano de Pastoral reflete planejamento e espiritualidade

0
506

A segunda reunião anual do Conselho Diocesano de Pastoral, na manhã deste sábado, no Seminário de Fátima, com mais de 100 participantes, foi de reflexão sobre o processo de planejamento e a espiritualidade, com assessoria do Pe. Ivanir Rodighero, Reitor do Seminário Maior N. Sra. Aparecida, de Passo Fundo. Na abertura da reunião, Dom José lembrou a necessidade de se manter ardor sempre renovado na evangelização, no espírito das diretrizes do Papa Francisco que deseja uma “Igreja em saída”. Disse que a reunião faz parte do processo de preparação da Assembleia Diocesana em abril do próximo ano em vista do 13º Plano da Ação Evangelizadora.

O assessor iniciou sua reflexão lembrando palavras do Papa Bento XVI sobre a necessidade da redescoberta do caminho da fé para fazer brilhar, com evidência sempre maior, a alegria do encontro com Cristo. Recordou a necessidade do planejamento da ação, com clareza de objetivos, metas e ações para alcançá-los.

Em seguida, aprofundou aspectos da natureza, dinâmica e formas de se realizar o planejamento, que resulta num plano concreto com linhas de ação, atividades estratégicas, prioridades e projetos. Citou os diversos âmbitos do planejamento pastoral, o nacional com as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora no País, definidas pela CNBB; o regional com diretrizes mais localizadas e o diocesano com plano próprio.

Num segundo momento, teceu considerações a respeito da espiritualidade, a vida no Espírito, o sopro vital da existência humana, que inclui mística, práxis e utopia. Para a compreensão da espiritualidade, sugeriu três analogias: a seiva, o fermento e o cimento. A seiva vai das raízes até a ponta da árvore e a revigora; o fermento leveda e transforma a massa; o cimento liga, une ferro, areia, tijolos, brita… Referiu-se também à devoção mariana como força alimentadora da espiritualidade e agregadora de pessoas, especialmente nas romarias.

A partir da lúcida e profunda reflexão do assessor, os participantes, em pequenos grupos e plenário, identificaram aspectos da prática pastoral que apresentam questionamentos e urgências a serem contempladas no processo do novo Plano de Pastoral. Entre eles, a vida comunitária, a retomada dos valores fundamentais, o espaço da juventude, a linguagem adequada para a evangelização, a formação permanente, a organização dos conselhos de nível paroquial e comunitário, a ação dos padres junto às famílias, na animação litúrgica e na promoção dos conselhos.

Após algumas comunicações, Dom José encerrou a reunião, com votos de feliz Natal e a bênção de envio.

Pe. Ivanir Rodighero: Nasceu no dia 28 de fevereiro de 1961. Fez o curso fundamental e ensino médio no Seminário Aparecida, em Passo Fundo. Cursou filosofia na Universidade de Passo Fundo e teologia no Instituto de Teologia e Pastoral de Passo Fundo. Foi ordenado presbítero no dia 28 de dezembro de 1986. Trabalhou e trabalha na formação dos seminaristas, atuou em algumas paróquias, foi vigário geral da Arquidiocese por dois anos e Diretor do Itepa Faculdade em dois períodos alternados de três anos. Atualmente é Reitor do Seminário Maior Na. Sra. Aparecida de Passo Fundo. Tem especialização em Epistemologia das Ciências Sociais (1993) pela Universidade de Passo Fundo e mestrado em Teologia Dogmática pela Pontifícia Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção (1995). Tem experiência na área de Teologia, com ênfase em Teologia, Bíblia e Pastoral, atuando principalmente nos seguintes áreas: Teologia, Bíblia, Ensino Religioso Escolar, Pastoral e Orientação Monográfica.