Dormir mal não afeta só o seu bem-estar, como também a sua memória

0
300

Poucas horas de sono e… E o que eu estava dizendo mesmo? Ah, sim! Um estudo da Universidade de Leeds, na Grã-Bretanha, analisou a relação entre o sono e o comportamento de 1000 pessoas, entre 18 e 80 anos, e confirmou que dormir menos do que o necessário – de 7 a 8 horas por noite – afeta não só nosso humor, como também a nossa memória. A pesquisa levou em conta 5 tipos de lembranças diárias dos participantes: checar se fizeram algo, lembrar de falarem algo importante para alguém, recordar onde determinados itens são guardados normalmente, fazer algo que precisavam fazer e terem dificuldade de concentração.

Metade das pessoas tiveram que checar se realmente tinham realizada determinada atividade, porém, entre os que dormiram mal, essa checagem foi de dois terços. 44% delas indicaram que esqueceram de fazer uma coisa que precisavam fazer, no entanto, essa porcentagem sobe para 60% entre quem dormiu menos de 5 horas. Ainda, 25% das pessoas esqueceram onde deixaram certo objeto, mas, a proporção foi de dois terços de esquecimento entre quem dormia pouco . “Isso nos prova sem sombra de dúvidas que uma boa noite de sono pode melhorar a qualidade de vida de uma pessoa e até deixá-la mais feliz”, explica Anna Weighall, uma das líderes do estudo, ao jornal Daily Express.