Erechim inicia o ano com saldo positivo na geração de empregos

0
291
Semana da Industria- Visita a Atlas fotos;Gilson Abreu

O ano começou positivo para Erechim quando o assunto é a geração de empregos. O primeiro mês de 2017 encerrou com saldo de 121 postos de trabalho formal, resultado de 1.117 admissões ante 996 desligamentos. Os dados fazem parte do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados na última sexta-feira (3), pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).
Com os números, a cidade garantiu em janeiro a 53ª posição no ranking de evolução do emprego formal, indicador que engloba os municípios gaúchos com mais de 30 mil habitantes. Os dados são um alento depois do cenário de saldos negativos registrados em praticamente todos os meses do ano de 2016, que encerrou com -2.756 vagas de trabalho com carteira assinada.
Vagas por setor
O destaque na geração de empregos foi o setor de serviços, que encerrou janeiro com 310 contratações e 247 demissões, resultando em um saldo de 63 vagas. Na construção civil o saldo foi de 58 postos de trabalho, já que o setor registrou 205 admissões e 147 desligamentos.
Em seguida, vem a indústria, que com grande rotatividade, iniciou 2017 de maneira positiva, com 41 admissões a mais do que desligamentos. Ao todo foram registrados no setor 304 contratações e 263 demissões. Soma-se a sequência de saldos positivos do mês o setor de extrativa mineral com a movimentação de uma única vaga.
Na contramão dos resultados que garantiram o saldo de 121 vagas em janeiro, figura o comércio, que 283 contratações e 322 desligamentos, números que resultaram no saldo de -39 vagas. Os setores de serviços industriais de utilidade pública e agropecuária, juntos somaram saldo negativo de 3 postos de trabalho.
RS teve o terceiro melhor desempenho do país
Os números positivos em Erechim não refletem os dados do país, que fechou o primeiro mês do ano com saldo negativo de 40.864 postos de trabalho formais, consequência de 1.225.262 admissões e 1.266.126 desligamentos.
A maior queda no número de vagas foi registrada no Comércio, com 60.075 postos a menos no mês de janeiro de 2017. Nove Estados fecharam janeiro com desempenho positivo no saldo de emprego. O Rio Grande do Sul, teve o terceiro melhor desempenho, com acréscimo de 8.134 vagas, puxadas pelos setores da Agropecuária e Indústria da Transformação. O Estado ficou atrás apenas de Santa Catarina e Mato Grosso, que registraram o 1º e o 2º melhor desempenho no país, respectivamente.