Farinha de amora: o alimento rico em antioxidantes

0
226

A farinha de amora é elaborada por meio de um processo no qual a fruta é desidratada e depois moída. É interessante que a amora seja seca em temperaturas baixas, assim evita-se a perda nutricional.

Este alimento se destaca por contribuir para a perda de peso por ser rico em fibras solúveis. Além disso, ele tem ação antioxidante por ser rico em antocianinas, substâncias que agem combatendo os radicais livres do organismo e assim previnem o envelhecimento e doenças como o Alzheimer, doenças cardiovasculares, entre outras.

A farinha também é rica em vitaminas, especialmente a K e a C, sais minerais, como o potássio, selênio e zinco, e fibras. Este último é muito interessante, pois proporciona o melhor trânsito intestinal e é o responsável pelo alimento ser capaz de ajudar no emagrecimento.

Principais nutrientes da farinha de amora
A amora e a farinha de amora possuem praticamente os mesmos nutrientes. Porém, há algumas diferenças na forma como eles são oferecidos. A fruta possui melhor biodisponibilidade dos nutrientes, mas do ponto de vista da concentração das substâncias, a farinha vence, pois ela é feita com uma quantidade muito grande de amoras.

Por possuir maior quantidade da fruta e não conter água, a farinha é mais calórica. Enquanto 25 gramas da fruta contam com 10 calorias, a mesma quantidade da farinha possui cerca de 32.5 calorias. Porém, ela também conta com grandes concentrações de nutrientes como ferro, que contribui para prevenir anemia, e cálcio, importante para a saúde dos ossos e dentes.

O potássio, interessante porque ajuda no equilíbrio da pressão arterial, o magnésio, que atua no sistema nervoso combatendo o estresse e melhorando a absorção do cálcio, e o selênio, que tem ação antioxidante, estão presentes na farinha de amora.

O alimento também possui boas concentrações de vitamina C, que contribui para tornar o organismo mais resistente à infecções, e vitamina K, que é fundamental para manter os ossos saudáveis e também atua no processo de coagulação sanguínea.

Assim como a fruta, a farinha conta com altas quantidades de flavonoides, especialmente a antocianina. Estas substâncias possuem uma forte ação antioxidante evitando a formação de radicais livres.

Outro ponto interessante do alimento é que ele possui grandes quantidades de pectinas, uma fibra solúvel que proporciona uma série de benefícios como a saciedade, absorção de gorduras e melhora o trânsito intestinal. Existe a possibilidade da farinha perder alguns nutrientes, caso a desidratação da fruta seja feita em uma temperatura elevada.