Felipão pede demissão e não é mais técnico do Grêmio

0
661

Felipão não é mais técnico do Grêmio. O presidente Romildo Bolzan Júnior anunciou em coletiva na manhã desta terça-feira (19), depois de reunião, que o treinador pediu para deixar o cargo. Com o treinador, saem os auxiliares Flávio Murtosa, Ivo Wortmann e o preparador físico Darlan Schneider. James Freitas, técnico das categorias de base, será o interino.

– Felipão não é mais treinador do Grêmio. Ele pediu demissão hoje pela manhã. Entendeu que seu ciclo e sua capacidade de avançar no elenco estavam concluídas. O Grêmio aceitou o seu pedido. Estendeu a situação à toda a comissão técnica. O departamento de futebol permanece como está — disse Romildo. – O trabalho foi bom, mas o desgaste aconteceu – argumentou.

O técnico Luiz Felipe Scolari deixou o Centro de Treinamento Presidente Luiz Carvalho por volta das 11h30min desta terça-feira. Após se despedir de funcionários do clube e jogadores, ele saiu em seu carro particular, sozinho.

– A história do Felipão no Grêmio não tem nenhum arranhão – avaliou o presidente.

Ainda nos corredores do CT, distribuiu abraços e conversou com algumas pessoas antes de embarcar no veículo. O auxiliar Flávio Murtosa apareceu com algumas sacolas.

De acordo com o colunista David Coimbra, Cristóvão Borges deve ser o novo técnico do Grêmio na sequência do Brasileirão e da Copa do Brasil.

– Não temos nenhuma situação, mas vamos avaliar a partir desta tarde — acrescentou Bolzan.