Gripe A mata 169 pessoas no RS em 2016

0
325

A Gripe A já fez 169 vítimas fatais neste ano no Rio Grande do Sul. De acordo com o último boletim divulgado na manhã desta sexta-feira pela Secretaria Estadual da Saúde, em uma semana foram mais nove mortes. Mesmo assim, segundo o secretário estadual de saúde, João Gabbardo dos Reis, o pico da doença se deu no final de maio e início de junho. Assim, nas últimas semanas verificou-se uma queda nos casos.

Apesar disso, é fundamental que a população mantenha os cuidados preventivos, em função do inverno. O boletim mostrou ainda que a cidade de Porto Alegre segue com o maior número de óbitos (27), seguida por Caxias do Sul (7), Montenegro (7) e São Borja (6).

O boletim também trouxe os dados atualizados de dengue, zika, Chikungunya. Um dos dados preocupantes é que foram confirmados mais dois casos de Febre Chikungunya, totalizando quatro ocorrências. Os registros foram nas cidades de Ibirubá, Porto Alegre, Farroupilha e Pinto Bandeira. A doença resulta em maior atenção, uma vez que os sintomas são os mais agressivos, provocando dores intensas nas articulações e membros.

Em relação a Zika, estão confirmados 27 casos autóctones. As ocorrências estão distribuídas em Porto Alegre (12), Novo Hamburgo (8), Frederico Westphalen (2), Ivoti (1), Santa Maria (1), Rondinha (1), Ijuí (1) e Santo Ângelo (1).

Sobre a dengue, o Estado totalizou 2.226 casos confirmados, que representa quase o dobro dos registros de 2015, quando a secretaria totalizou 1.246 ocorrências. Já a comparação com os últimos cinco anos a diferença é mais gritante. Em 2011, por exemplo, o Estado teve apenas 297 casos.