Hormônio do crescimento pode reduzir a gordura visceral

0
2340

Muito se discute a respeito dos efeitos de um tratamento com hormônio do crescimento (GH). Porém, de acordo com o endocrinologista Fábio Alves Bilhar, uma intervenção com GH pode ser útil na redução da gordura visceral.

Bilhar explica que esse tipo de gordura é maior em indivíduos com deficiência da GH. Porém, sua quantidade diminui quando o hormônio é reposto. Vale lembrar que esse efeito depende muito da dose aplicada. Já em indivíduos obesos sem deficiência do GH, o tratamento pode reduzir a gordura visceral em até três quilos, mas não altera o peso corporal.

O GH não induz o aumento da taxa metabólica, mas melhora a disposição para atividades físicas. Por mais que seja útil, o endocrinologista chama a atenção para alguns pontos negativos do hormônio. O GH pode ter efeitos adversos, como por exemplo, a retenção hídrica. “Também é necessário ver a relação custo X benefício do tratamento. Ele é caro, de uso monitorado e subcutâneo”, complementa.