Padre de Ipumirim morre em grave acidente entre Concórdia e Itá

0
154

Um grave acidente de trânsito foi registrado por volta das 15h desta quarta-feira (4), na SC 154, entre Itá e Concórdia. Ocorrência atendida pelos bombeiros, PM e ambulância da secretaria da Saúde de Itá, além da Polícia Rodoviária de Concórdia foi na altura de linha São Francisco.

Foi uma saída de pista de VW/Gol branco com placas MHJ 9633 de Ipumirim, conduzido por Geli Grizza. Ele ficou preso entre as ferragens e foi resgatado e encaminhado ao Hospital São Francisco de Concórdia. O condutor teria perdido o controle da direção e veículo saiu da pista batendo em uma árvore.

Vítima
Geli Grizza, de 77 anos, é padre há mais de 50 anos, e atualmente atuava em Ipumirim. Ele também já havia atuado como padre em outras cidades. O município conta ainda com um segundo frei. Ele chegou a ser socorrido mas morreu durante atendimento.

Geli Griza nasceu no Rio Grande do Sul, foi com os pais para a região em 1943 e é Ipumirinense de coração. Adotou essa terra e seu povo para se dedicar. Em 1953, aos 13 anos de idade, Geli sai de Ipumirim para ingressar no seminário e retorna em 1969 para sua Ordenação Sacerdotal, sendo o primeiro padre a ser ordenado na Paróquia Sagrada Família.

Sua trajetória de ensinamentos segue até hoje. Foi atleta, participou de diversas diretorias e decisões da comunidade. Lutou pela catequese, grupo de jovens e pelos casais. Tinha o povo do município como sua família e o povo tem no padre Geli, uma grande confiança de fé.

Padre Geli foi homenageado há alguns anos, pela Câmara de Vereadores de Ipumirim como Cidadão Ipumirinense. Teve ainda partes de sua história contada por alunos da Escola de Educação Básica Benjamim Carvalho de Oliveira em 2015. O livro foi lançado pela Prefeitura no ano passado (2016) onde conta a história de dois grandes batalhadores, Padre Geli Griza e o Prefeito Valdir Zanella.