Poupança registra saída de R$ 23 bilhões no trimestre, maior da história

0
584

A caderneta da poupança registrou a saída líquida (retiradas menos depósitos) de R$ 11,43 bilhões em março, informou o Banco Central nesta terça-feira (7). Trata-se, de longe, da maior retirada de recursos da mais tradicional modalidade de investimentos do país para todos os meses. A série histórica da autoridade monetária tem início em janeiro de 1995.

Março foi o terceiro mês consecutivo no qual a poupança registrou recorde de saídas de valores. Em janeiro, R$ 5,52 bilhões haviam deixado a caderneta de poupança, valor que subiu para R$ 6,26 bilhões em fevereiro deste ano e para mais de R$ 11 bilhões em março.

No acumulado do primeiro trimestre, a retirada líquida (acima do valor dos ingressos) de recursos da poupança somou R$ 23,23 bilhões, também o maior valor da historia para o trimestre. O montante representa quase o valor de toda a entrada de recursos registrada no ano de 2014 fechado – que foi de R$ 24,03 bilhões.

Com isso, o volume total de recursos aplicados na caderneta recuou novamente em março. No fim do ano passado, o estoque de recursos na poupança totalizava R$ 662,7 bilhões, passando para R$ 660 bilhões em janeiro e para R$ 658 bilhões em fevereiro. No fim do mês passado, já estava em R$ 650 bilhões.