Prefeito e Secretário Municipal da Saúde de Aratiba avaliam ações da pasta...

Prefeito e Secretário Municipal da Saúde de Aratiba avaliam ações da pasta nos primeiros meses de governo

1221

O Prefeito de Aratiba, Guilherme Eugênio Granzotto, e o Secretário Municipal da Saúde, Paulo Altenhofer, estiveram, na manhã desta terça–feira (23), na Rádio Aratiba, prestando contas dos primeiros meses de governo e as ações da referida secretaria.

De acordo com o secretário Paulo Altenhofer, todos os convênios já existentes foram mantidos, com ampliação do atendimento a saúde bucal e a oferta também de tomografias. “A partir de agora, pode-se fazer uma avaliação melhor e fazer algumas mudanças no sentido de implantar novos projetos, voltados também à prevenção. Consultas especializadas tem gerado gastos absurdos, nossos  clínicos tem encaminhado muitos pacientes à especialistas. Temos uma média de 600 consultas/mês com médicos especialistas, correspondendo a 10% da população. Não há estrutura que suporte tamanho peso”, avalia Altenhofer. Segundo levantamento realizado pela própria Secretaria de Saúde, na média, os municípios da região encaminham aproximadamente 1% da sua população/mês para especialidades. Segundo o secretário, “essa situação precisa ser reavaliada, teremos durante esta semana encontro com os médicos do Município para discutirmos juntos alternativas. Uma consulta especializada acompanhada de exames custa em torno de R$ 700,00 ao Município, sem contar toda a estrutura oferecida no Posto de Saúde”. Com 15% do orçamento previsto em lei, o secretário Paulo Altenhofer possui pouco mais de R$ 6 milhões para 2017.

Guilherme Granzotto, Prefeito Municipal, se diz preocupado por perceber que tem-se na estrutura de governo muito incentivo individual, sem coletividade e, vislumbrando o futuro, é preocupante. “Temos 15 anos de receita consolidada, após esse período teremos uma perda de  no mínimo 40%. Se nós não tivéssemos preocupação com o futuro, os gastos na saúde não nos preocupariam, porque ter consulta especializada quando quiser, convênios dos mais diversos e conforto para nós e nossas famílias é bom, mas é preciso olhar lá adiante e vislumbrar a manutenção desses privilégios. Sabemos que precisamos fazer investimentos, temos que crescer e só iremos garantir isso reavaliando alguns incentivos”, disse Granzotto.

Granzotto também destacou, nesta entrevista, a criação do Conselho Político que deverá a partir de agora discutir as ações da administração. “O orçamento do Município deste ano esta definido, mas mesmo assim não podemos decidir sozinhos. A sociedade precisa participar das decisões. Temos compromissos com o “Pacto”, projeto de habitação e com o asfaltamento da RS 420, todos grandes investimentos que necessitam de recursos”.

O Prefeito Granzotto também destacou o caminho do desenvolvimento, referindo-se aos 17 quilômetros que podem ser explorados das mais diversas formas. “Com a RS 420, trecho que liga Aratiba a Usina Itá, teremos 17 quilômetros de lago para ser explorado, isso significa incluir Aratiba num projeto de turismo regional. Os gastos na saúde são importantes, nem sempre necessários. Queremos discutir com a sociedade o que de fato interessa, a individualidade ou a coletividade.”