Prefeitura de Barra do Rio Azul lança programa de incentivo aos suinocultores

0
70

Nesta terça-feira (25), data em que comemorou-se o Dia do Colono, a Administração Municipal de Barra do Rio Azul lançou o Programa Municipal de Incentivo aos Suinocultores. O evento foi realizado na comunidade de Bela Vista.

Estiveram presentes, na solenidade de lançamento, o prefeito Marcelo Arruda, vice-prefeito, Maximino Basso, presidente da Câmara de Vereadores, Silvino Madalozzo, secretário municipal da Agricultura, Benildo Trentin, gerente do escritório municipal da Emater-RS/Ascar, Jair Zorzanello, presidente do Núcleo Municipal de Suinocultores, Evaldo Fiabani, representante da comunidade de Bela Vista, Amarildo Ottoni, representantes da Cooperalfa e Copérdia, secretários municipais e vereadores.

No ato de lançamento, o Governo Municipal reuniu os suinocultores que serão beneficiados com os recursos financeiros e, de forma simbólica, entregou os R$ 160 mil que estarão disponíveis para os 40 agricultores, neste ano, desenvolverem o Programa Municipal.

Em seu pronunciamento, o prefeito Marcelo Arruda parabenizou os colonos e motorista pelo seu dia e destacou a importância destas duas classes para o Município, Estado e País. Agradeceu os vereadores, que aprovaram por unanimidade o projeto de lei. “Nós, desde o início da Administração, tivemos a preocupação de ajudar os nossos agricultores a permanecer no Município. Somente em seis meses já foram investidos cerca de R$ 60 mil reais em horas-máquina. Sobre este programa de incentivo, tivemos esta situação que estava preocupando os suinocultores, e fizemos um levantamento de quais os valores necessários. Então, como decisão, junto com os secretários municipais, buscamos economizar e, desta economia, conseguimos os recursos necessários para ajudar nossos agricultores. O nosso compromisso é ajudar a permanecer na agricultura e terão todo o apoio necessário da Administração Municipal”, falou Marcelo.

A implantação deste programa no Município tem uma importância muito grande, pois, além da suinocultura ser uma atividade geradora de emprego e renda, auxilia na manutenção dos agricultores nessa importante atividade agrícola.

O cercamento das pocilgas é uma exigência sanitária. A adequação das propriedades deve ocorrer até o final do presente ano. Com isso, a Administração Municipal, por meio deste programa, vai efetuar o repasse de 75% das despesas necessárias, limitadas ao valor de até R$ 15 mil, para adequação de cada pocilga de propriedade dos agricultores inscritos no programa.

Com o recurso financeiro, o suinocultor poderá adquirir cercas/telas, portões, palanques/estacas, cimento, areia e pedras para confecção da base para instalação da cerca, tudo de acordo com a orientação e supervisão dos técnicos do Município e da Emater/RS–Ascar e das empresas integradoras.

A contribuição deste programa municipal é essencial para a diminuição do êxodo rural, oportunizando às famílias a permanência no campo, produzindo alimentos e elevando seu nível socioeconômico.

O Município assegurará que pelo menos até 40 agricultores, por ano, sejam beneficiados com o desenvolvimento do programa municipal, podendo este número ser ampliado, caso existam recursos financeiros disponíveis.

O programa será desenvolvido pela municipalidade, sob a coordenação da Secretaria Municipal da Agricultura, em parceria com a Emater/RS-Ascar e Conselho Municipal de Agricultura.