Prevenir para não remediar

0
522

Sabemos que a prevenção é sempre a melhor forma de combater muitos problemas de saúde. A nutricionista do Hospital São Vicente de Paulo (HSVP) de Passo Fundo, Aline Calcing, enaltece que com as intoxicações alimentares não é diferente. “Lave as mãos regularmente, selecione e lave em água corrente frutas, verduras e leguminosas e depois deixe-as imersas em uma solução de água sanitária (uma colher de sopa de água sanitária para cada litro de água), ou produtos especiais para esse fim, não esquecendo de enxaguá-las. Além disso, não coma alimentos que tenham estado em temperatura ambiente por mais de duas horas, isso representa um dos maiores riscos. Na hora de comprar os alimentos, verifique o prazo de validade, acondicionamento, condições físicas, aparência, consistência e odor, e não compre alimentos sem etiqueta de identificação do produtor. Outra dica é escolher sempre os alimentos que ficam ao fundo dos refrigeradores dos supermercados, pois possuem a temperatura mais adequada e não sofrem tanto as variações de temperatura do ‘abre e fecha’”, indica Aline.