Produtos sem procedência são apreendidos em Aratiba

0
197

A Patram de Erechim e Secretaria Estadual da Agricultura realizaram, neste sábado (21), uma operação na cidade de Aratiba para combater a venda de produtos sem procedência. Conforme a Patram, essa venda de produtos animais é bastante comum em pequenas cidades, mas proibida pela fato de que estes derivados não são vistoriados e aprovados para o consumo.

O pequeno agricultor que queira realizar a venda de produtos animais deve procurar a Secretaria da Agricultura e Prefeitura Municipal para se regularizar conforme preconiza a lei. Os produtos, apreendidos por estarem mal acondicionados e não possuírem procedência e registro, foram descartados. De acordo com a Patram, esse comércio, além de contrariar leis sanitárias, também se torna injusto com os demais pequenos produtores que são registrados e pagam imposto para a venda de produtos.