Rio Grande do Sul supera meio milhão de desempregados

0
349

O número de desempregados atingiu 530 mil no Rio Grande do Sul. A estimativa é do IBGE a partir da pesquisa do segundo trimestre de 2016.

São 75 mil pessoas a mais do que no primeiro trimestre do ano. Já se a comparação é feita com o segundo trimestre do ano passado, são 180 mil desempregados a mais, ou seja, um aumento de 51%.

Caiu o emprego na iniciativa privada. Tanto com quanto sem carteira assinada.

Mas aumentou bastante o número de trabalhadores por conta própria. São 65 mil pessoas a mais do que no ano passado buscando trabalho desta forma.

Cresceu também o número de empregados no setor público e trabalhador doméstico.

Taxa de desemprego

A taxa de desemprego do Rio Grande do Sul atingiu 8,7%. No ano passado, estava em 5,9%.

É a maior da Região Sul. Santa Catarina tem a menor taxa de desemprego do País: 6,7%.

A Região Sul toda ficou com taxa de 8%. É a menor entre as regiões, mas todas tiveram aumento na pesquisa do IBGE.

Renda

O rendimento médio do trabalhador passou para R$ 2.209. É 0,5% maior do que no trimestre anterior. Mas é 0,9% inferior ao mesmo período do ano passado.

A renda de empregadores lidera disparada. A média é R$ 4.447.

Em seguida, está o empregado do setor público. É R$ 3.556.

O rendimento mais baixo é do trabalhador doméstico. Recebem R$ 898.

Destaque de crescimento no número de trabalhadores, a renda média de quem está se virando por conta própria fica em R$ 1.926.