Segredos das unhas saudáveis e bonitas

0
1585

Embora o rosto seja nosso principal cartão de visitas, as mãos não ficam para trás (e nem adianta tentar escondê-las). Sempre à mostra, unhas bem-cuidadas chamam a atenção das pessoas, refletem como você é caprichosa, como se cuida e se gosta… E mesmo quando estamos naqueles dias de baixa autoestima, o ato de deixá-las bonitas já dá um up em nosso astral. Veja algumas dicas de Ana Luisa Sampaio, dermatologista do Hospital Israelita Albert Sabin, no Rio de Janeiro, de como mantê-las perfeitas:

A beleza começa pela boca
Por incrível que pareça, até essa parte depende do que você come. Em primeiro lugar é importante ter uma alimentação saudável e balanceada. “Se seu corpo estiver com quantidades ideais de aminoácidos, vitaminas e sais minerais, as unhas crescerão fortes”, observa a dermatologista. Se no corre-corre é difícil manter uma alimentação balanceada, pode ser indicado o uso de suplementos alimentares. Além disso, as unhas também refletem nossa saúde, portanto, fique atenta sempre que elas lhe parecerem diferentes.

Sem exageros
Unhas também precisam respirar. Se você é do tipo que não vive sem um esmaltinho, deve notar que às vezes elas começam a descascar. Isso acontece porque o uso frequente de esmaltes leva à desidratação da lâmina da unha e causa a separação de suas camadas. Então, quando o esmalte começar a descascar, aproveite para retirá-lo e caprichar na hidratação das mãos e unhas com creme de mãos ou óleo mineral, ou óleo de amêndoas doces, e espere pelo menos um ou dois dias antes de esmaltá-las novamente.

Como limpar
A limpeza pode ser feita com uma escovinha de cerdas macias. E nunca retire toda a cutícula, que é uma proteção da pele. Afaste-a e retire só o excesso. Na manicure, o principal cuidado é se certificar que o material utilizado foi devidamente esterilizado em autoclave. Isto evitará contágio por bactérias e vírus como da hepatite B e da AIDS. Outro cuidado é garantir que a manicure não retire toda a cutícula muito profundamente, porque ela é uma proteção e pode levar a inflamação e deformidades da unha. Procure cortar as dos pés retas, sem arredondar os cantos, para evitar as temíveis unhas encravadas. “O hábito de cortá-las arredondadas faz com que a sua lateral cresça sem conseguir sair da pele ao redor da unha, causando desconforto ou dor local.

Tipos de micose
Existem diferentes formas, a mais comum é o descolamento da unha (muito confundida com trauma por uso de sapato apertado, por exemplo), outra forma é o “esfarelando”, e a terceira é quando toda a unha fica esbranquiçada. Para todas é preciso fazer um exame, onde pode ser feita uma raspagem do material formado debaixo da unha ou a retirada de um pedaço para análise. Se você perceber alguma alteração, não esconda as mãos, consulte um médico dermatologista.