Seminaristas instituídos ministros leitores e acólitos

0
860

Em missa na Catedral São José, neste domingo, solenidade da Santíssima Trindade, Dom José conferiu o ministério de leitor aos seminaristas da Teologia Felipe Fioravante Filippini e Lucas André Stein e o de acólito para Edegar Passaglia e Jean Carlos Demboski. A missa foi concelebrada pelos padres Alvise Follador e Maicon Malacarne, pároco e vigário paroquial da Catedral, Dirceu Balestrin, Vigário Geral, Clair Favreto, Reitor do Seminário Maior São José, para os seminaristas de filosofia e teologia em Passo Fundo, e Anderson Faenello, reitor do Seminário Menor Bom Pastor, para os seminaristas do Ensino Médio em Barão de Cotegipe. Participaram da missa também o Diácono Pascoal Pozza, outros 4 seminaristas da Filosofia e Teologia e os 8 do Ensino Médio, seus familiares e muitas pessoas da comunidade.

Dom José iniciou a homilia lembrando que a Igreja começa a liturgia em nome da Trindade pelo sinal da cruz. Continuou refletindo sobre o mistério trinitário à luz das leituras do dia, ressaltando que a centelha do amor divino ilumina sempre o coração humano, especialmente nos momentos de provações. Para o bispo, a celebração da Trindade convida a refletir sobre o mistério da encarnação de Cristo, que revelou a união perfeita do amor das três pessoas divinas. Dirigindo-se aos dois seminaristas que em seguida conferiria o ministério de leitores, exortou-os ao cultivo da Palavra de Deus que deverão anunciar. Aos que seriam instituídos acólitos, lembrou o zelo que deverão ter no serviço do Altar.

Antes da bênção final, Dom José apresentou os seminaristas da Filosofia e Teologia e os do Ensino Médio, observando que os dois do Propedêutico, no Seminário de Fátima, estavam em Jacutinga, em atividade pastoral com seu assistente, Pe. Giovani Momo. Agradeceu a todos os colaboradores das vocações e exortou aos presentes e aos ouvintes da Rádio Difusão que transmitia a cerimônia a continuarem a rezar e a participar da formação dos futuros padres, pois serão eles que atenderão espiritualmente seus filhos e netos.

Após a celebração, no salão da Catedral, os seminaristas do Seminário Maior São José tiveram momento de integração com suas famílias. Pe. Clair expôs para as famílias as atividades pastorais de cada seminarista em uma paróquia da diocese e breve histórico da caminhada formativa da Diocese até o momento atual, com a constituição do Seminário Maior em Passo Fundo. Ressaltou todo o empenho do bispo diocesano e dos padres para com as vocações, o incentivo para desenvolver os dons de cada um para um autêntico serviço ao povo de Deus de nossa Diocese e da Igreja como um todo.

Concluído este momento, houve o almoço e tempo de convivência entre os seminaristas e os familiares, com cantos e conversa descontraída, num ambiente acolhedor, familiar, de verdadeira comunhão.

(Informações e fotos de Pe. Anderson Faenello e Leonardo Fávero, seminarista da Filosofia).