quarta-feira, 28 junho, 2017
Tags Postado com TAG "RGE"

RGE

607

Há um mês do fim do prazo, quase 170 mil consumidores de baixa renda em todo o Rio Grande do Sul ainda não se recadastraram para pagar mais barato pela conta de luz. Eles correm o risco de perder o benefício.

As três principais concessionárias de distribuição de energia elétrica do estado – CEEE, AES Sul e RGE – estão enviando avisos alertando sobre o fim do prazo, em 30 de abril. Nesta quarta (1º), a campanha ganhou reforço do governo estadual.

“As pessoas que têm a tarifa social olhem a sua conta de luz. Se tem a tarifa social, se têm o desconto, vão lá se recadastrar para não perder o benefício”, recomendou a secretária extraordinária do Gabinete de Políticas Sociais, Maria Helena Sartori.

O beneficio garante um desconto de ate 65% de desconto na conta de luz de famílias com renda de ate meio salario mínimo. Quem não fizer esse recadastramento vai ter que pagar um valor maior da tarifa.

“Além da conta de energia, ele perde benefícios que a eficiência energética das concessionarias dá a eles, que é troca de lâmpada, geladeira, troca de chuveiro”, explica o gerente de relacionamento da RGE, Giovane Francisco da Silva.

Para se recadastrar, o consumidor tem que procurar o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) das prefeituras. Também têm direito ao benefício pessoas com familiar em tratamento de saúde em casa e famílias indígenas.

1979

A Rio Grande Energia (RGE) realizou nesta terça-feira (24) a entrega oficial da premiação do Concurso Educativo do projeto Caravana RGE – Educando para a eficiência à Escola Municipal de Ensino Fundamental Professor Fioravante Lorini, do município de Severiano de Almeida. Os prêmios já haviam sido entregues em solenidade realizada em dezembro, na sede da RGE, em Caxias do Sul. O Executivo de Relacionamento Poder Público e Grupo A da RGE – Região Alto Uruguai, Claudio Rodrigo Manica, ofereceu à direção da escola uma placa alusiva à participação da instituição no Concurso, marcando oficialmente a entrega dos equipamentos para a sala de vídeo – tela, projetor e aparelho de som. A secretária municipal de Educação, Roseli Vendrusculo, a diretora da escola, Noeli Tavares, a aluna vencedora do Concurso, Maiara Nogueira Zastrov, e a professora orientadora, Rosangela Regina Dartora Salini, também participaram do ato.

Maiara, 15 anos, estudante do 7º ano em 2014, conquistou o segundo lugar na categoria ensino fundamental anos finais, com o trabalho denominado “Vila Energética”. Nesta categoria, os alunos foram instigados a construir uma história com base no tema “O uso consciente para uma vida eficiente”, a ser apresentada em uma das formas: fotonovela, radionovela ou telenovela. A estudante produziu uma radionovela contada em versos, que apresentou como pano de fundo o uso criativo do conceito de energia, além de dicas sobre o uso consciente e responsável da energia elétrica.

A aluna e a professora orientadora foram agraciadas com iPODs com estação de som. O objetivo do Concurso Educativo foi reconhecer a escola como ambiente de pesquisa, interação e aprendizado, além de divulgar trabalhos de educação que contribuam para a reflexão sobre o papel do ser humano como integrante do meio ambiente e, consequentemente, a sua contribuição para um mundo melhor.

O ato na EMEF Professor Fioravante Lorini marcou o encerramento do projeto Caravana RGE – educando para a eficiência, iniciativa desenvolvida pelo Programa de Eficiência Energética da concessionária. Durante as três edições do projeto, mais de 506 mil pessoas – estudantes e educadores – participaram das atividades lúdicas e informativas sobre o uso seguro e eficiente de energia elétrica e a conservação dos recursos naturais, nos 264 municípios atendidos pela empresa.