Tornado atinge Marechal Cândido Rondon e deixa rastro de destruição

0
1629

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) confirmou que um tornado atingiu a cidade de Marechal Cândido Rondon, no oeste do Paraná, na tarde desta quinta-feira (19). Segundo o Corpo de Bombeiros, pelo menos 20 pessoas ficaram feridas.

O Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar) informou que os ventos passaram de 115 km/h, deixando um rastro de destruição.

A prefeitura de Marechal Cândido Rondon informou que pelo menos 1,5 mil casas foram atingidas pelo vento forte. O levantamento preliminar também aponta que 200 empresas tiveram problemas com o tornado. Até a última atualização desta reportagem, 14 mil residências estavam sem energia elétrica.

De acordo com o meteorologista do Inmet Hamilton Carvalho, apesar de a estação do Paraná não ter captado o tornado em Marechal Cândido Rondon, foi possível identificar o fenômeno pelas imagens, pela formação de nuvens favorável, e pelo registro de ventos e quantidade de chuva.

Os bombeiros em Marechal Cândido Rondon estão atendendo a chamados e ainda não há informações de quantas árvores caíram ou foram arrancadas. Parte da cidade também está sem telefone.

Destruição
O estudante Cláudio Henrique Weiss Nisczak estava no segundo andar de um colégio quando a tempestade começou. Segundo ele, vários telhados de prédios vizinhos a escola foram levados pela tempestade.

“Quebrou vidros, placas foram levadas, e várias árvores foram arrancadas. O vento durou bastante, mas quando o tornado tocou o solo foi o pior momento”, afirmou.

A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) informou que a PR-467, entre Marechal Cândido Rondon e Iguiporã, foi interditada após a queda de inúmeras árvores por volta das 16h. Não há previsão de quando o trecho será liberado.

Caminhão tombado
A Polícia Rodoviária Federal também informou que a BR-163, em Toledo, ficou interditada após o tombamento de um caminhão que trafegava no trecho. Embora ninguém tenha ficado ferido, o veículo ficou atravessado na rodovia, que tem pista simples, e deixou o trânsito interditado em ambos os sentidos.

Por volta das 21h, os bombeiros já haviam iniciado a distribuição de lonas para os moradores que tiveram casas destelhadas com o vento.

No hospital municipal e na Unidade de Pronto Atendimento, cerca de 20 pessoas haviam sido atendidas com ferimentos. Uma das pessoas internadas no hospital chegou em estado grave.

Ajuda aos atingidos
A prefeitura orienta as pessoas que tiveram que sair de suas casas por causa do tornado a buscarem abrigo no Parque de Exposições de Marechal Cândido Rodon. Quem não puder ir ao local, pode ligar para o telefone (45) 3254-4585.

Já quem precisar de ajuda para o corte de árvores ou para a desobstrução de vias públicas, pode ligar para o telefone (45) 3284-3006.

Terceiro tornado
Este é pelo menos o terceiro tornado que atingiu áreas habitadas no Paraná neste ano. Em julho, o fenômeno aconteceu na região de Francisco Beltrão, no sudoeste. Na ocasião, os ventos atingiram 115 km/h, segundo a Somar Meteorologia. O tornado de julho deixou 51 pessoas feridas apenas em Francisco Beltrão.

Já em outubro, outro tornado foi registrado na cidade de Cafelândia, no oeste paranaense. Os ventos atingiram a mesma velocidade dos registrados em Francisco Beltrão. No entanto, a área atingida era menos habitada. Um aviário, com 21 mil frangos foi atingido e quase todas as aves morreram.