Caruru e escondidinho de carne seca. Quem é do Nordeste brasileiro com certeza já deve ter provado um desses pratos característicos da região. Eles são acompanhados por importantes hortaliças locais: a abóbora e o quiabo. De acordo com o livro Alimentos Regionais Brasileiros, lançado neste ano pelo Ministério da Saúde, essas duas hortaliças, típicas da região Nordeste, têm grandes benefícios nutricionais. A abóbora, por exemplo, é rica em cálcio e fósforo e o quiabo em vitamina A. A nutricionista da Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde, Gisele Bortolini, destaca a importância da abóbora para a saúde. “Ela é importante para o desenvolvimento e crescimento das crianças. Está associada à saúde da visão e é uma proteção do nosso organismo, porque fortalece o sistema imunológico. Outro alimento da região Nordeste que nós podemos destacar é o quiabo. O quiabo é rico em vitamina A, a vitamina C e a vitamina B1. A vitamina C é importante para a imunidade celular. Então, ele ajuda a prevenir as doenças, resfriados.”

O consumo de frutas e hortaliças é importante para combater diversos tipos de doenças, principalmente a obesidade, como explica a nutricionista da Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde, Gisele Bortolini. “O consumo alimentar hoje observado na população brasileira se reflete nos altos índices de obesidade no país. O excesso de peso está associado ao consumo alimentar inadequado que hoje se reflete por uma diminuição na participação de alimentos básicos, de alimentos in natura e não de processados e o aumento do consumo de alimentos prontos para o consumo, que são desbalanceados em termos nutricionais.”

O livro Alimentos Regionais Brasileiros, do Ministério da Saúde, traz alimentos típicos de cada região e dicas de como cozinhar com mais saúde. Um dos objetivos da publicação é incentivar o aumento do consumo de frutas, legumes e verduras. Além disso, o livro traz informações de como comer e preparar a refeição, uma lista de possíveis substituições para as preparações desenvolvidas, destacando a diversidade cultural brasileira. A versão digital pode ser encontrada na página do Ministério da Saúde. O endereço é www.saude.gov.br

Anúncio Patrocinado