Em meados do século XV, já dizia Leonardo Da Vinci “os olhos são a janela da alma e o espelho do mundo”. Da Vinci traduziu em palavras um dos mais importantes sentidos do homem: a visão. Desde seus primórdios, poder enxergar contribuiu bastante para a sobrevivência humana, fosse para caçar, cuidar dos filhos ou permanecer atento às ameaças de tribos inimigas ou animais selvagens. Por isso, conforme a sociedade evoluía, aumentava-se a necessidade de corrigir os problemas da vista.

Atualmente, embora haja muito mais recursos para tratar defeitos oculares, a demanda por tratamentos oftalmológicos vem crescendo devido, principalmente, a dois motivos: o envelhecimento da população e os novos aparelhos eletrônicos, como computadores, tablets e vídeo games. “Bebês e crianças estão sendo visualmente muito estimulados, tendo acesso a estes equipamentos ainda muito novos, por isso, podem ter de procurar cada vez mais jovens por oftalmologistas” afirmou o presidente do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) Prof. Dr. Milton Ruiz.

O aparecimento dos defeitos refrativos da visão (miopia e astigmatismo) em pessoas cada vez mais jovens está relacionado ao mau hábito de forçar a vista ao passar horas em frente ao computador e eletrônicos similares. Dificuldades de enxergar em crianças e adolescentes podem levar a déficit de atenção e queda no rendimento escolar.

Embora a evolução da tecnologia do entretenimento possa ter prejudicado nossa saúde da visão, os avanços da medicina na área oftalmológica conseguem amenizar seus efeitos. Um exemplo é a possibilidade de realizar uma cirurgia refrativa, que deixa o incômodo dos óculos e lentes de contato para trás. A procura por esse tipo de procedimento aumenta a cada ano, fazendo com que o mercado esteja sempre se aperfeiçoando. Hoje, os pacientes já podem contar com uma técnica de cirurgia refrativa em que a média de tempo de recuperação pós-operatória é de apenas 24h.

Intitulada de SMILE (abreviação em inglês para Extração Lenticular com Pequena Incisão) essa técnica utiliza o mais moderno laser da oftalmologia, o Visumax. Fabricado pela ZEISS – empresa alemã referência em ótica no mundo – o Visumax proporciona maior exatidão e controle no corte e menos trauma na córnea e lesão tecidual, por isso, é menos invasivo, o que acelera a cicatrização. Essa nova técnica já está disponível no Brasil.

Outro defeito de visão que acomete muitas pessoas ao redor do mundo, ainda mais com o crescimento da expectativa de vida, é a catarata. A opacificação do cristalino (conhecida como catarata) começa a se desenvolver por volta dos 50 anos de idade e, normalmente, a cirurgia acontece depois dos 60. “O registro mais antigo de método para remoção de catarata data de 600 a.C.. Foi um dos procedimentos que mais evoluiu. Hoje, é possível escolher com segurança o modelo mais apropriado para cada paciente e cada situação”, comenta o presidente da CBO.

Pensando nisso, a ZEISS também trouxe para o país um equipamento importante para calcular com precisão o grau da lente intraocular que substituirá o cristalino opaco dos pacientes que serão submetidos à cirurgia de catarata, o IOL Master 500. “Esta tecnologia é o padrão ouro da biometria óptica, com uma eficiência 20% maior às obtidas com a utilização dos outros biômetros ópticos disponíveis” explica o Prof. Dr. Milton Ruiz. A cirurgia de catarata é um dos procedimentos mais realizados no mundo e na história.

No Brasil, já são realizadas mais de 600 mil cirurgias de remoção do cristalino por ano. Por isso, para atender às necessidades deste mercado, a ZEISS desenvolve uma série de soluções inovadoras, como dispositivos de diagnósticos, lentes intraoculares, microscópios cirúrgicos, equipamentos para cirurgia de remoção da catarata e sistemas de acompanhamento pós-cirúrgico.

De tal forma, com os avanços da Oftalmologia ao longo dos anos, tratar problemas de vista tornou-se mais fácil e acessível. Ir ao especialista regularmente, no mínimo uma vez por ano, tornou-se fundamental para manter uma boa qualidade de vida, estando sempre atento a qualquer indício de anormalidade na visão.

Saiba quando procurar o oftalmologista:
– Se apresentar mau rendimento na escola ou trabalho;
– Se não conseguir ler com nitidez;
– Se houver constantes dores de cabeça;
– Se estiver com coceiras ou vermelhidão nos olhos;
– Se estiver lacrimejando constantemente;
– Se houver ardência e olho seco;
– Se a vista estiver embaçada.

Anúncio Patrocinado