Com assessoria do Frei Valdir Fontana, Pároco da Paróquia São Lourenço do Oeste, SC, e de João e Angelina Lazarotto Bittencourt, casal coordenador da pastoral do dízimo daquela Paróquia, Dom José, Dom Girônimo, 40 padres, um diácono e mais de 30 leigos da Diocese de Erexim refletiram sobre o dízimo na tarde desta segunda-feira, 06, no Seminário de Fátima.

Na abertura do encontro, Dom José recordou que a Diocese já tem longa caminhada na organização do Dízimo. Referiu que nas últimas assembleias da CNBB este tema também foi considerado pelos Bispos que constituíram uma comissão para elaborar um subsídio sobre o mesmo. Relatou o apelo à solidariedade de bispos de dioceses extensas do Norte e sem condições para seu trabalho. Enfatizou que se deve dar um passo a mais. Por isso achou necessário este encontro para o estudo.

Frei Valdir e o casal João e Angelina relataram o trabalho de pastoral do dízimo na Paróquia São Lourenço do Oeste de 2008 em diante, iniciado pelo Pároco anterior. Começaram por acentuar a necessidade de se realizar a conversão pastoral e a mudança de estruturas preconizadas pelo Documento de Aparecida, pelas Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil e pelo Documento da CNBB sobre a renovação paroquial. Ressaltaram também a necessidade de um plano paroquial de pastoral, no qual se insere o dízimo. Caracterizaram o dízimo como chave que liberta, expressão concreta e visível de participação, gesto de gratidão, amor e partilha oferecido com a sinceridade do coração. É bíblico, não é taxa e nem pagamento. É feito conforme a fé, o bolso e o egoísmo. Ele é pessoal, de modo que em cada família há tantos dizimistas quantos membros ela tem. Nesta perspectiva, há também o dízimo das crianças, adolescentes e jovens.

Os assessores relataram também aspectos da organização pastoral e administrativa da Paróquia, dividida em setores, com seus coordenadores de catequese, de dízimo, de pastoral social e outras atividades, com seu conselho paroquial e conselhos comunitários de pastoral, bem como o conselho de assuntos econômicos. Apresentaram subsídios de conscientização sobre o dízimo, de catequese, de informação e outros, bem como o carnê anual dos dizimistas.

Anúncio Patrocinado