Uma chave de segurança que busca impedir um motorista embriagado de ligar o carro deve chegar em breve ao mercado brasileiro. Criada por uma agência de publicidade, a Safe Key será comercializada em carros da montadora Fiat, com expectativa de início em 2016. A chave, que conta com um bafômetro embutido, somente funciona se o dono passar no teste.

Inserido dentro da chave, um dispositivo mede o teor alcoólico no sangue do motorista a partir de um sopro. Caso tenha bebido, o dono do carro terá de buscar uma alternativa para voltar para casa. Ele poderá ainda optar por chamar automaticamente um táxi por meio de aplicativo — e a montadora pretende pagar parte do valor da corrida. Entre os potenciais clientes da novidade estão os pais que presenteiam os filhos com o primeiro automóvel.

A agência publicitária Isobar Brasil admite que, naturalmente, existem formas de o cliente burlar a chave de segurança: basta, por exemplo, que o motorista peça a um amigo que não tenha bebido para fazer o teste do “bafômetro” para que a chave instantaneamente se abra. Para tentar evitar que o dono da chave traia a proposta da Safe Key, o cliente, ao adquirir a chave, deverá cadastrar um amigo ou parente que o “socorrerá” quando a Safe Key travar.

— Acho que é mais uma ferramenta. É o tipo de assunto que precisa ser reforçado para que a conscientização vire o senso comum, como aconteceu com o uso do cinto de segurança — disse ao Estadão Fred Saldanha, vice-presidente de criação da Isobar Américas.

Tecnologia para “policiar” o motorista
O produto poderá ser oferecido como um mimo extra na hora da venda do automóvel, como um opcional disponível no setor de pós-venda ou até ser incluído em alguma campanha promocional da marca.

Essa não é a primeira iniciativa automotiva voltada para impedir que motoristas dirijam alcoolizados, mas é uma das poucas que deixam os protótipos e deve acabar chegando ao produto final. Nos Estados Unidos, a Administração Nacional de Segurança Rodoviária (NHTSA, na sigla em inglês) apresentou uma tecnologia capaz de impedir que um condutor embriagado possa arrancar com o veículo — a partir de um alcoolímetro instalado no volante —, mas a novidade ainda está em fase experimental.

Embora possa ser burlada, a Safe Key é vista como um passo adiante na conscientização sobre os perigos da combinação da ingestão de álcool, mesmo em pequenas quantidades, e a direção. A forma de comercialização da Safe Key ainda não foi definida, conforme o diretor de comunicação de marca da Fiat para a América Latina, João Ciaco. Também não está decidido que modelos de carro contarão com a chave. Mas é certo que ela chegará ao mercado.

Anúncio Patrocinado