Influenciada pelo El Niño, a primavera deve ter chuva acima da média na maioria das regiões do Rio Grande do Sul. São prováveis períodos com chuva em grandes volumes, com risco até de cheia de rios, em que em poucos dias algumas cidades podem ter o dobro ou o triplo da média de chuva do mês inteiro, causando transtornos para a população.

Além disso, esse é um período com maior frequência de tempestades, não raro severas com intensos vendavais e granizo. Há vários precedentes de tornados. Em 2015, com maior presença de umidade no Rio Grande do Sul e temperatura acima da média histórica na maior parte da estação, antecipa-se uma primavera tempestuosa com frequência acima do normal de temporais, com fortes ventos e granizo em diversas cidades. As informações são da MetSul Meteorologia.

Anúncio Patrocinado