As rodovias federais do Rio Grande do Sul podem ficar sem controle de velocidade por pardais e lombadas eletrônicas a partir deste mês. Isso porque, termina o contrato de cinco ano entre o Governo e a empresa prestadora dos serviços, a Kopp Tecnologia.

Santa Catarina vive situação identifica. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) diz que estuda prorrogação dos contratos. Mas não anunciou nenhuma decisão neste sentido até o momento.

Até segunda informação, os controladores seguem ativos em todas as rodovias federais dos dois estados.

No entanto, a fiscalização por meio eletrônico, vai seguir normal nas rodovias estaduais.

Anúncio Patrocinado