O Verão começa oficialmente nesta terça-feira (22), à 01h48min (horário de Brasília), quando ocorre o Solstício de Verão – o dia mais longo do ano.

“O início das estações é definido pela posição da Terra em sua órbita em torno do Sol e pela inclinação do eixo de rotação da Terra”, explica a pesquisadora Josina Oliveira do Nascimento, da Coordenação de Astronomia e Astrofísica do Observatório Nacional.

A entrada do Verão marca o maior dia e a menor noite do ano. A partir daí, até a entrada do Outono, os dias se tornam cada vez menores e as noites cada vez maiores, até que no dia da entrada do Outono o comprimento da noite é igual ao comprimento do dia – o que é chamado de “equinócio”. As noites, então, vão aumentando, até a chegada do Inverno, quando ocorre mais um “solstício” – comprimento diferente do dia e da noite. A partir disso, as noites diminuem até a chegada da Primavera, quando novamente o dia e a noite tem o mesmo comprimento. Depois, o Sol nasce cada dia mais cedo e se põe cada dia mais tarde, até o início do Verão.

O horário oficial do início das estações varia a cada ano. De acordo com Josina, essa diferença se deve ao período de translação da Terra – aproximadamente 365 dias e 6 horas, ou precisamente 365 dias, 5 horas, 48 minutos e 46,08 segundos. A cada quatro anos, ocorre o ano bissexto, com 366 dias para compensar essa defasagem.

Anúncio Patrocinado