A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou a interdição cautelar do lote n° L627883 do medicamento Captopril 25mg comprimidos, em todo o território nacional.

A medida foi publicada em uma resolução no Diário Oficial da União desta segunda-feira, 21 de dezembro. A resolução tem validade de 90 dias.

O medicamento é indicado para hipertensão, insuficiência cardíaca congestiva, infarto do miocárdio e nefropatia diabética.

De acordo com a assessoria de comunicação da Anvisa, um dos componentes do medicamento estava fora do padrão. A agência explica que a interdição é preventiva e que, enquanto durar, a empresa pode pedir a realização de contraprova para que o resultado seja verificado. Conforme o texto da resolução, laudo emitido pela Fundação Ezequiel Dias, de Minas Gerais, reportou “resultado insatisfatório de teor e limite de dissulfeto de captopril”.

Procurada pela Agência Brasil, a empresa EMS, fabricante do medicamento, disse que solicitou a análise de contraprova e que “aguarda a convocação da Vigilância Sanitária de Minas Gerais e Funed para a realização desta análise”. A nota diz ainda que a empresa está à disposição dos consumidores que tenham alguma dúvida.

Anúncio Patrocinado