O Ministério Público de Seara deu parecer nos últimos dias pela cassação do mandato da prefeita de Seara, Laci Grigolo, em um processo que tramita na Comarca Eleitoral do Município. A ação de investigação judicial eleitoral tramita há alguns anos no judiciário e está nas “mãos” da juíza Maria Luiza Fabris para uma sentença.

A previsão é de que em um curto tempo a decisão seja publicada com relação ao material apresentado à justiça e revela suposta captação ilegal de votos durante a última eleição.

O promotor Michel Stechinski, da Comarca de Seara, pede a cassação do diploma da Prefeita, aplicação de multa e a sua inelegibilidade. Alguns áudios e vídeos que foram anexados ao processo já passaram por perícia. Segundo os peritos, não houve nenhuma montagem, ou seja, o material apresentar não passou por nenhuma edição.

A defesa da Prefeita Laci Grigolo reitera que não houve nenhuma ilegalidade no pleito eleitoral. (foto Belos Montes)

Anúncio Patrocinado