Segundo um estudo feito por um grupo de pesquisadores da Future Work, uma organização que produz estudos de maneira independente, ficar checando e-mails faz mal para a saúde.

Eles afirmam que isso acontece porque o e-mail está relacionado aos níveis de estresse das pessoas. Existe sempre muita pressão para o tempo de resposta de um e-mail e a forma como você escreve o texto.

“Os hábitos que desenvolvemos, as reações emocionais que as mensagens nos trazem e as regras de etiqueta (não escritas) que existem em relação ao e-mail se combinam em uma fonte de estresse que pode impactar negativamente nossa produtividade e bem-estar”, afirma Richard MacKinnon, um dos pesquisadores.

Para realizar essa pesquisa, eles contaram com a participação de cerca de dois mil ingleses com diferentes tipos de trabalhos e setores da economia. Os maiores índices de estresse foram encontrados naqueles que checam as mensagens logo que acordam ou tarde da noite.

Outro dado importante é que a maioria tem no celular o sistema de notificação automática ao receberem e-mail. E 62% deles mantém uma janela de e-mails aberta durante todo o dia.

Vale lembrar que eles consideram que a personalidade de cada um acaba sendo o termômetro para ver o quanto os e-mails vão afetar ou não sua qualidade de vida, mas que um impacto, em geral, é sentido.

Anúncio Patrocinado