Se você é uma pessoa saudável, ou seja, possui um bom estado de saúde, não sofre de qualquer doença que te obriga a seguir uma dieta específica ou não sofre de nenhum tipo de alergia ou intolerância ao ovo, tem sido demonstrado que comer um ovo todos os dias é recomendável. O mito de que o ovo fazia aumentar o colesterol e favorecia o aparecimento de doenças cardiovasculares foi banido pelos estudos que os médicos e pesquisadores têm realizado.

Na verdade, o ovo contém HDL (colesterol bom), o que significa que um consumo regular de ovos promove níveis mais elevados de HDL, já que o ovo, devido à sua composição, transforma o colesterol LDL (colesterol ruim) em HDL.

Além disso, de acordo com testes realizados, se chegou à conclusão de que 70% das pessoas que comem diariamente ovos têm níveis de colesterol LDL inferiores em relação às que não costumam consumir ovos. E não apenas favorece o colesterol bom no sangue. Também o seu consumo está relacionado com a prevenção de sofrer um derrame cerebral ou um acidente cardiovascular, por isso, a conclusão é que não é perigoso em absoluto comer ovos todos os dias, sempre que seja em uma quantidade moderada e não soframos de nenhuma doença que nos proíba.

Mas, para poder incluir os ovos em nossa dieta diária, vamos considerar algumas recomendações. No momento de consumir ovos é melhor evitar comê-los crus, uma vez que o risco de intoxicação por bactérias aumenta se não são cozidos. É melhor consumir ovos orgânicos ou ovos de aves domésticas e não os de grandes granjas produtoras. Estes últimos não são recomendados, já que as galinhas são submetidas a algumas condições muito estressantes que fazem com que o cortisol dispare. Estas alterações hormonais causadas pelo estresse de estarem enjauladas afetam a composição dos ovos.

Anúncio Patrocinado