Young woman putting ear stick into mouth. Close up.

Na secreção que protege os dentes e a língua pode estar uma importante ferramenta de diagnóstico médico. De acordo com uma equipe de pesquisadores da Universidade de Malmö, na Suécia, nos próximos 10 anos, um cotonete molhado será capaz de revelar, em poucos minutos, substâncias relacionadas a diversas doenças, como diabetes e muitos tipos de câncer. Hoje, o material já é usado para detectar o HIV.

Segundo Cristina Gottieb, dentista e biomédica em biomodulação hormonal, “o fato da saliva possuir um método simples, não invasivo, de coleta e baixo custo, comparada à coleta de sangue, tem despertado especial interesse nos pesquisadores com o intuito de acrescentar uma possibilidade de exame complementar. Atualmente, observa-se ascensão do seu uso para investigações laboratoriais com aplicabilidade com finalidades básicas e clínicas na área odontológica”, explica.

Progressos como esses apontam para uma nova era em que o diagnóstico molecular na cavidade bucal terá grande importância. “A cárie dentária, por exemplo, é uma doença infecciosa multifatorial caracterizada pela destruição localizada dos tecidos dentais devido à ação das bactérias, a qual atinge um grande número de indivíduos no mundo. Nas referências, um grande interesse tem sido colocado na utilização da saliva em testes bacteriológicos visando à indicação do risco de cárie”, pontua Cristina.

A saliva foi estudada também como forma de detectar imunoglobulina M contra rubéola e observou-se uma especificidade maior, quando comparado ao padrão considerado ideal do teste. Cristina ressalta que esses resultados indicam que a utilização da saliva pode ser uma alternativa válida para a obtenção de espécimes clínicas na investigação de casos recentes de rubéola, com ênfase nas atividades de vigilância epidemiológica e controle da virose. Portanto, “com esses e outros progressos, espera-se que o método evolua ainda mais e se obtenha resultados ainda mais abrangentes na odontologia, tanto quanto medicina”, finaliza a doutora.

Anúncio Patrocinado