Entrevista coletiva do ministro da economia, Paulo Guedes

O Ministério da Economia informou que fará nesta segunda-feira (8) o depósito da primeira parcela do socorro federal a Estados e municípios. O valor estará disponível na conta dos entes federados nesta terça-feira (9), mais de um mês após o Congresso ter aprovado o texto que garante o auxílio durante a pandemia de coronavírus no Brasil. Com as medidas de isolamento, governadores e prefeitos foram impactados com queda na arrecadação e, por isso, um auxílio de R$ 60 bilhões foi aprovado pelos parlamentares e sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro.

O Rio Grande do Sul receberá R$ 549.888.579,14. Desse montante, R$ 63.544.313,59 devem ser usados obrigatoriamente para o controle da covid-19 no Estado. O restante poderá ser usado para pagar despesas correntes, entre elas a folha de pagamento. De acordo com a Secretaria da Fazenda, com essa primeira parcela, será possível quitar os salários de abril dos servidores do Poder Executivo.

Os próximos três pagamentos do socorro, de acordo com previsão do Tesouro Nacional, devem ser depositados em torno dos dias 10 de julho, 10 de agosto, 10 de setembro e 10 de outubro.

Para que conseguisse realizar esse depósito, o governo federal afirma que teve de recorrer a empréstimos contratados com organismos internacionais de crédito que somam US$ 4 bilhões.

Anúncio Patrocinado