Um dia depois da atualização do Estado que coloca 116 cidades gaúchas sob as regras da bandeira vermelha, de maior risco de transmissão de coronavírus, a partir de segunda-feira (15), a Secretaria Estadual da Saúde (SES) confirmou seis mortes pela covid-19. Com esses registros, o Estado contabiliza 350 óbitos pela doença desde o início da pandemia.

As vítimas são de Porto Alegre (homem, 49 anos), Vacaria (homem, 73), Santa Maria (mulher, 74), Palmeira das Missões (mulher, 59), Passo Fundo (mulher, 82) e Osório (mulher, 62). O número mais alto de mortes registradas em um dia foi em 25 de maio, com 17 vítimas.

O total de novos casos confirmados nas últimas 24 horas chega a 43, segundo balanço atualizado às 16h pela Secretaria Estadual de Saúde, totalizando 14.661 ocorrências da doença no Estado. O número estimado de recuperados é de 12.233 (83% dos casos).

A queda dos número de registros novos nos finais de semana vem acontecendo desde o início da pandemia, devido à diminuição na velocidade do processamento de testes. No último domingo (7), foram 41 casos confirmados.

 Ao todo, foram feitos 67.846 testes no RS, dos 348.460 distribuídos. A 24ª semana epidemiológica do Estado é a que tem menos casos confirmados desde abril, mas nem todas as ocorrências já foram processadas.

Também neste domingo, a Secretaria Estadual da Saúde divulgou que as Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) dos hospitais do Rio Grande do Sul registram taxa de 68,8% de ocupação dos leitos. No dia 12 de junho, a ocupação estava em 63,3%, que havia sido a mais baixa do mês. Apesar da ocupação ser baixa, o índice de pessoas com coronavírus aumentou 40% em uma semana.

Anúncio Patrocinado