A nova rodada do distanciamento controlado para conter o contágio por coronavírus no RS, anunciada neste sábado (13) pelo Palácio Piratini, colocou quatro regiões do Estado em bandeira vermelha, classificação que traz repercussões como fechamento de parte do comércio e do setor de serviços: Caxias do Sul, Santa Maria, Santo Ângelo e Uruguaiana.

O governo estadual explicou que as classificações são consequência de dois fatores: a piora contínua dos indicadores de propagação do coronavírus e da capacidade do sistema de saúde. Na região de Caxias do Sul, por exemplo, as hospitalizações confirmadas por covid-19 cresceram 173,9% em duas semanas, passando de 23 para 63 pacientes.

A bandeira vermelha, em essência, impõe restrições mais severas àquelas adotadas em áreas com bandeira laranja: somente estabelecimentos que vendem itens essenciais podem estar abertos, mantendo 50% dos trabalhadores. Os demais locais de comércio devem ficar fechados, entre outras alterações (confira a lista completa mais abaixo).

Os dados mais recentes mostram que o Rio Grande do Sul registrou 14,6 mil casos de coronavírus e 344 mortes. Entenda as implicações para 116 cidades incluídas nas regiões que passaram a ficar sob vigência da bandeira vermelha pelos próximos 15 dias.

Administração Pública
– Serviços não essenciais podem atuar com 25% de trabalhadores
– Serviços de habilitação de condutores podem atuar com 50% de trabalhadores

Agropecuária
– Agricultura, pecuária e relacionados com 50% de trabalhadores
– Pesca e aqüicultura com 25% de trabalhadores

Alimentação
– Restaurantes self-service não podem abrir
– Restaurantes a la carte, prato feito e buffet sem autosserviço só podem atender clientes em sistema de telentrega, drive-thru e pegue e leve. A operação deve acontecer com 50% de trabalhadores.
– Lanchonetes e padarias só podem atender clientes em sistema de telentrega, drive-thru e pegue e leve. A operação deve acontecer com 50% de trabalhadores.

Alojamento
– Hotéis e similares com 40% dos quartos
– Hotéis e similares (beira de estradas e rodovias) com 75% dos quartos

Comércio
Não pode abrir
– Varejista de itens não essenciais

Pode abrir com 25% dos trabalhadores
– Comércio de Veículo, apenas teleatendimento
– Manutenção e Reparação de Veículos, teleatendimento e presencial restrito
– Atacadista não essencial, apenas por telentrega, pegue e leve e drive-thru
– Centro comercial e shopping, mas apenas lojas de alimentação, higiene e itens essenciais. Recomendada a medição de temperatura

Pode abrir com 50% dos trabalhadores
– Comércio Varejista de Produtos Alimentícios
– Comércio Atacadista de Itens Essenciais
– Comércio Varejista de Itens Essenciais
– Postos de gasolina, mas é vedada aglomeração

Educação
– Todas as modalidades de ensino devem ser remotas, o que inclui aulas particulares de idiomas, de música, de esportes, de dança e artes cênicas, de arte e cultura.
– São autorizadas apenas as atividades práticas essenciais para conclusão de curso: pesquisa, estágio curricular obrigatório, laboratórios e plantão dos ensinos Médio e Superior. Devem operar com 25% dos trabalhadores e monitoramento de temperatura.

Indústria
Pode abrir com 75% dos trabalhadores
– Construção de Edifícios
– Obras de Infraestrutura
– Serviços de Construção
– Extração de Carvão Mineral
– Extração de Petróleo e Gás, com monitoramento de temperatura
– Alimentos e Bebidas
– Farmoquímicos e Farmacêuticos, com monitoramento de temperatura

Pode abrir com 50% dos trabalhadores
– Fumo
– Têxteis
– Vestuário
– Couros e calçados
– Madeira
– Papel e celulose
– Impressão e Reprodução
– Derivados do petróleo
– Químicos
– Borracha e Plástico
– Minerais não metálicos
– Metalurgia
– Produtos de Metal
– Equipamentos Informática
– Materiais Elétricos
– Máquinas e Equipamentos
– Veículos Automotores
– Móveis
– Produtos Diversos
– Manutenção e Reparação

Serviços
Não podem abrir
– Casas noturnas, bares e pubs
– Academia
– Clubes sociais, esportivos e similares
– Serviços de higiene pessoal (cabelereiro e barbeiro)
– Missas e serviços religiosos
– Serviços Domésticos
– Parques Temáticos e similares
– Teatros, cinemas e casas de espetáculos
– Museus, bibiliotecas, arquivos, acervos e similares
– Ateliês
– MTG e similares
– Eventos em ambiente fechado ou aberto
– Agência de turismo, passeios e excursões

Podem abrir com 100% dos trabalhadores
– Funerária
– Pesquisa científica e laboratórios (pandemia)

Podem abrir com 50% dos trabalhadores
– Bancos, lotéricas e similares
– Assistência Veterinária
– Parques e reservas naturais, jardins botânicos e zoológicos = Sem atendimento ao público
– Advocacia
– Call-center

Podem abrir com 25% dos trabalhadores
– Imobiliárias e similares, apenas por teleatendimento
– Reparação e manutenção de objetos e equipamentos
– Lavanderias e similares
– Serviços de contabilidade, auditoria, consultoria, engenharia, arquitetura e publicidade, apenas por teleatendimento

Transporte
Pode operar com 100% dos trabalhadores
– Transporte rodoviário de carga
– Estacionamentos

Pode operar com 50% dos assentos (janela)
– Coletivo de passageiro municipal e metropolitano do tipo comum
– Rodoviário fretado de passageiros
– Rodoviário de passageiros municipal do tipo comum
– Rodoviário de passageiros intermunicipal do tipo comum
– Rodoviário de passageiros metropolitano ou intermunicipal do tipo semidireto, direto, executivo ou seletivo, com monitoramento de temperatura
– Rodoviário de passageiros interestadual. com monitoramento de temperatura

Pode operar com 50% dos trabalhadores
– Correios

Pode operar com 25% dos trabalhadores
– Aeroclubes e aeródromos

Todas as regiões, seja qual for a bandeira na qual está classificada, devem seguir todos os protocolos de prevenção, que incluem uso de máscara, distanciamento entre as pessoas, higienização dos ambientes e das mãos, uso de equipamento de proteção individual (EPI), afastamento de casos positivos ou suspeitos, teto de ocupação e atendimento diferenciado para grupos de risco.

Anúncio Patrocinado