O governador Eduardo Leite anunciou nesta terça-feira (29) que as regiões Palmeira das Missões, Erechim e Caxias do Sul, que estavam com bandeira vermelha na classificação anunciada na sexta-feira, vão ficar na bandeira laranja. As regiões de Santo Ângelo e Passo Fundo permanecem com a classificação de risco vermelha. Elas se somam a Porto Alegre, Capão da Canoa, Novo Hamburgo e Canoas, que já estavam com essa classificação.

Também foram anunciados os municípios que não precisam atender nas suas regiões os protocolos da bandeira vermelha porque não têm hospitalizações ou óbitos: Ibiaçá (paciente já havia sido internado e transferido para outro hospital), Guarani das Missões (paciente veio a óbito há exatos 14 dias)  e Espumoso (lançamento tardio do dado, hospitalização registrada era referente a abril).

O governador também anunciou que novos equipamentos do governo federal chegaram para a habilitação de novos leitos de UTI adulto. São 140 respiradores novos, que, somados aos demais que chegaram, alcançam o número de 220. Segundo Leite, o RS deverá ter 1,9 mil leitos de UTI em operação — no momento, são 1.462.

— Nosso agradecimento ao Ministério da Saúde pela agilidade. Esses equipamentos chegaram domingo e em boa hora, porque se faz necessário ampliar os leitos de UTI — afirmou a secretária Arita Bergmann.

Os respiradores, segundo ela, serão entregues para hospitais que, além dos leitos, têm também outros equipamentos e equipes suficientes para que os leitos de UTI entrem em operação rapidamente. Alguns desses hospitais estão em Canoas, Esteio e Porto Alegre.

Anúncio Patrocinado