A chuva elevou os níveis dos rios e deixou municípios em alerta nas regiões noroeste e norte do Estado. De acordo com a Sala de Situação da Secretaria Estadual do Meio Ambiente, as bacias dos rios Ijuí, Taquari, Antas, Caí, dos Sinos e Gravataí merecem atenção total nas próximas horas.

Essas bacias preocupam porque já estavam acima do nível desde a semana passada devido à passagem do ciclone-bomba. Municípios do noroeste gaúcho já sentem o efeito das cheias.

Em Santa Rosa, a Defesa Civil Estadual registrou a inundação dos arroios Pessegueiro e Pesseguerinho, que cruzam parte da cidade. Isso obrigou a retirada de oito famílias, cerca de 30 pessoas, que estão alojadas provisoriamente em vizinhos e familiares.
Em São Sebastião do Caí, o Rio Caí sobe desde o final da manhã e alcançou 8,30 metros às 21h, subindo cerca de 40 cm por hora. Conforme a Defesa Civil municipal, a partir dos 10 metros começam as inundações.

O rio é monitorado, e as equipes já estão em alerta, com motoristas e grupos de resgate que farão a remoção das famílias, caso seja necessário. As pessoas terão a temperatura corporal aferida e receberão álcool em gel e máscaras, além de refeições.
Mais de 100 milímetros
Segundo a Somar Meteorologia, as regiões dos municípios de Vacaria, Santa Rosa, Passo Fundo e Santo Augusto foram as que registraram mais de 100 milímetros de chuva em 24 horas.

A atual imagem de radar mostra que ainda chove de maneira moderada na faixa nordeste e parte da leste e centro do Estado, além do nordeste de Santa Catarina. Nas demais áreas do sul gaúcho, a chuva é mais fraca.

Anúncio Patrocinado