O avanço da pandemia tingiu de vermelho 75% do território gaúcho. Novo mapa de risco divulgado nesta sexta-feira pelo governo do Estado colocou 15 das 20 regiões sob restrição severa à circulação de pessoas.

Praticamente 85% da população vive nos 391 municípios cuja velocidade de contaminação do coronavírus se tornou maior na última semana.

Além de Porto Alegre, Canoas, Capão da Canoa, Novo Hamburgo, Pelotas e Palmeira das Missões, cujo status de alerta já elevados desde a semana passada, agora entram em bandeira vermelha as regiões de Taquara, Santo Ângelo, Santa Rosa, Cruz Alta, Erechim, Passo Fundo, Caxias do Sul, Cachoeira do Sul e Santa Cruz do Sul.

Apenas cinco regiões estão sob bandeira laranja, o que permite a abertura do comércio: Bagé, Ijuí, Uruguaiana, Santa Maria e Lajeado.

A atual classificação de risco ainda é preliminar. Como de praxe, os municípios têm até as 6h da manhã de domingo para corrigirem eventual erro nas informações ou apresentar pedido de reconsideração. O mapa definitivo será divulgado na tarde de segunda-feira, após reanálise pelo gabinete de crise do Piratini.

As regras de isolamento passam a valer a partir de terça-feira. Todavia, desde já 218 prefeituras da zona vermelha podem adotar regras condizentes com bandeira laranja por não terem registrado nenhuma internação ou óbito por covid-19 nos últimos 14 dias.

Capacidade do atendimento hospitalar indica risco alto

O agravamento na situação no Estado pode ser medido por vários indicadores, mas um só resume o avanço da pandemia: em uma semana, o número de óbitos cresceu 50%, passando de 138 para 207. A ocupação das UTIs por pacientes covid cresceu 21% ante uma redução de 9% nos leitos livres.

Esse quadro elevou para bandeira preta a capacidade de atendimento da rede hospitalar.

O Comitê Regional de Enfrentamento à pandemia da covid-19 da AMAU, atualizou na tarde desta sexta-feira(10) o número da doença na região. Desde o início da pandemia foram positivados 1347 pessoas, com 1191 recuperados e 15 óbitos. A taxa de ocupação de leitos nos dois principais hospitais da região, Santa Terezinha e Caridade, chega a 39,13%-UTI e 48,78% -Clinico. Apenas o município de Carlos Gomes não apresenta casos de covid-19. Confira os números:

Anúncio Patrocinado