O mapa preliminar da 12ª rodada do Distanciamento Controlado classificou 12 regiões do Rio Grande do Sul na bandeira vermelha – de alto risco de contágio com o novo coronavírus. As outras seis estão na bandeira laranja, conforme anunciado na tarde desta sexta-feira.

Novamente, conforme o Piratini, nenhuma área apresentou melhora nos índices desde a semana passada. Ao todo, o RS tem 57.007 casos de Covid-19, e 1.494 óbitos pela doença. Nesta sexta, o governador Eduardo Leite anunciou que testou positivo para o novo coronavírus.

As 14 regiões em bandeira vermelha são: Caxias do Sul, Taquara, Canoas, Porto Alegre, Pelotas, Santa Rosa, Santa Cruz do Sul, Capão da Canoa, Novo Hamburgo, Cruz Alta, Bagé, Passo Fundo, Palmeira das Missões e Santo Ângelo.

Já Lajeado, Cachoeira do Sul, Erechim, Ijuí, Uruguaiana e Santa Maria foram enquadradas preliminarmente na bandeira laranja, de risco médio de infecção.

A classificação prévia na bandeira vermelha afeta 352 dos 497 municípios gaúchos, abrangendo um total de 9,2 milhões de pessoas – 82% da população gaúcha. Contudo, 181 dessas cidades não tiveram nem óbitos nem hospitalizações e, pela regra do modelo, poderão adotar restrições da bandeira laranja.

A partir de agora, prefeituras e associações têm até a manhã de domingo para enviar contestações. O mapa definitivo da 12ª rodada do Distanciamento Controlado será divulgado na segunda-feira e passa a valer na terça, com vigência de uma semana.

Na comparação com a semana passada, Santo Ângelo, Cruz Alta, Santa Rosa, Pelotas, Bagé e Santa Cruz do Sul apresentaram piora nos índices avaliados, enquanto Capão da Canoa, Porto Alegre, Novo Hamburgo, Canoas, Taquara, Passo Fundo, Palmeira das Missões e Caxias do Sul seguiram no vermelho.

Anúncio Patrocinado