Neste momento em que o cuidado e o diagnóstico precoce dos casos de síndrome gripal e outras patologias, como também de suspeita de Coronavírus, fazem o grande diferencial para que os pacientes se sintam amparados para enfrentarem o isolamento e o possível adoecimento, é fundamental seguir os protocolos e as orientações médicas.

Pensando assim, a Secretaria da Saúde de Aratiba e a Associação Comunitária Hospitalar de Aratiba (ACHA) orientam a população sobre os cuidados e procedimentos que devem seguir ao buscar atendimento ou quando são orientados a ficar em isolamento. “Os protocolos orientados pelas Secretarias e o Ministério da Saúde garantem que todos, independente da região, possam receber o melhor atendimento e o diagnóstico preciso e confiável”, salienta a secretária da Saúde, Mengéle Wermeier.

Uma das ações recomendadas pelos protocolos é a trigem, que pode reduzir o fluxo em hospitais e, consequentemente, evitar a contaminação de pacientes que já estejam vulneráveis. Segundo a Enfermeira Joseani Pichinin Paini, “na UBS a triagem é realizada por equipes de profissionais de saúde que investigam a existência de sinais e sintomas de síndrome gripal e logo após os pacientes são encaminhados a consulta médica seguindo protocolo do Ministério da Saúde”. Os pacientes que, dentro desta avaliação, estiverem com sua imunidade comprometida e vulneráveis aos fatores de adoecimento são acompanhados pelas equipes de saúde.

Durante os dias em que o paciente fica em isolamento domiciliar, a equipe da Unidade Básica de Saúde, responsável pelo monitoramento, faz acompanhamento diário e registra os dados nos prontuários que estão arquivados e servem como material de análise de cada caso e cada grupo afetado.

Para cada paciente positivado e isolado, seguem as orientações dadas aos familiares e pessoas que nos últimos dias as acompanharam e conviveram de forma mais intensa e direta. Para a equipe da Covid-19, “esse diálogo com os pacientes possibilita maior segurança frente ao caso clínico e abrange todos os envolvidos, também garantindo aos pacientes acesso mais rápido em qualquer avanço se sintomas”.

O Coronavírus age de forma diferente em cada organismo. Existem desde doentes sem sintomas até aqueles que tem os sintomas intensificados. Por isso, “a interação das equipes de saúde e a análise dos sintomas pelos profissionais é o que torna segura e confiável cada ação em nosso Município”, salienta a Secretária.

As ações da Secretaria visam que as equipes médicas e de enfermagem, os gestores e a comunidade possam ter a segurança frente às ações de combate e controle, de orientação e cuidado.

Anúncio Patrocinado